Notícias Tipiti

#72 – 14 de Março

Pegando fogo I
E não é que o circo tá pegando fogo?! Pelas segunda semana consecutiva, a sessão ordinária da Câmara sebastianense fica com os ânimos acirrados. Em um verdadeiro duelo entre o G5xG7, as bancadas de oposição e situação deixaram de trocar figurinhas para trocar farpas.

Pegando fogo II
Até aqueles mais calados, como Renato gastou a oratória nessa terça-feira. Inclusive discussões com Pixoxó e Professor Gleivison. Em síntese Pixoxó chamou Renato de mentiroso, e Gleivison acredita que a Ideal possa ser a Volp da atual gestão. Outra troca de carinho foi de Teimoso que sugeriu Daniel por uma melancia no pescoço.

Textão I
O ex-prefeito de São Sebastião, Ernane Priamzzi usou as redes sociais para anunciar que agora vai falar “as verdades” sobre a cidade. Ele que não é um usuário habitual estreou o Facebook com um textão. Quem tiver paciência de ler até o final ele elenca uma série de perguntas sobre a atual Administração. Como licitações, denúncias que sugerem cassação de mandato, etc.

Textão II
Apesar do textão, ele anuncia que virá ainda o “primeiro capítulo”. Quem sabe ele possa tocar em temas que não estava nessa apresentação. Como por exemplo, ele ter governado a cidade com o mandato cassado. Ou mesmo como avalia tal situação. Quem sabe ele possa também abordar a Operação Torniquete, deflagrada pela Polícia Federal.

Textão III
A Operação Torniquete apura indícios de propinas em contratos da Prefeitura de São Sebastião durante os dois mandatos do ex-prefeito, Ernane Primazzi (PSC), entre 2009 e 2016. Mas o jeito é aguardar as tais “verdades” que virá.

CPI I
Os vereadores de Ilhabela aprovaram o relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito constituída há um ano para apurar a responsabilidade do déficit técnico no custeio do regime de previdência dos funcionários públicos do município – IlhabelaPrev.

CPI II
Após a apuração dos fatos, mediante análise de documentos e através dos depoimentos de funcionários, os vereadores concluíram que nos primeiros anos de criação do IlhabelaPrev, os repasses eram efetuados de forma parcelada, quando deveriam ser feitos integralmente.

CPI III
Além disso, a alíquota considerada na época era muito inferior ao INSS, ao qual o município contribuía com 20%. Com a criação do Instituto, a contribuição caiu para 5%, sendo que somente em 2002 o percentual subiu para 11%, o que contribuiu para o que, atualmente, se encontra como forma de déficit previdenciário.

CPI IV
Segundo a comissão, ficaram constatadas irregularidades nas relações financeiras de valores de repasses realizados à época da criação e nos primeiros anos do Instituto. No entanto, de acordo com o relatório, ainda que constatado o déficit técnico, sua autoria e responsabilidade mantiveram-se desconhecidas.

CPI V
Por esse motivo, foi sugerido a contratação de uma empresa cujos serviços sejam especializados em auditorias, a fim de que a busca pela verdadeira autoria e responsabilidade pelo ocorrido seja reconhecida.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.