Eventos e shows

Natal ao Mar, espetáculo narrado por Cid Moreira, estreia nesta sexta em Ilhabela

Jorge Mesquita
Jorge Mesquita

O apresentar Cid Moreira veio para Ilhabela onde fará a locução do espetáculo neste fim de semana

Esta é a primeira vez que o evento acontece na cidade; com projeções ao mar e narração do apresentador Cid Moreira, a vida de Cristo será apresentada aos expectadores

Por Ricardo Hiar

Um espetáculo que reúne projeção de imagens em pleno mar, efeitos sonoros e especiais, uma narração impactante, feita por uma das vozes mais marcantes do Brasil. Este é o formato do “Natal ao Mar”, que foi escolhido pela prefeitura de Ilhabela para retratar esta época do ano e apresentar a moradores e turistas do arquipélago a real importância do 25 de dezembro: comemorar o nascimento de Jesus Cristo.

 “Queríamos trazer as pessoas para Ilhabela também nesse período do natal, por isso, fomos atrás de algo bonito, diferente, que transmitisse a mensagem dessa época do ano. Inspirado no que era apresentado em Gramado, resolvemos trazer para cá o Natal ao Mar”, explicou o prefeito da cidade, Toninho Colucci. Ele espera que este trabalho possa entrar para o calendário anual e se torne uma tradição anual.

O diretor do espetáculo, Sérgio Korsakoff, explicou que foram anos até que pudesse colocar esse projeto em prática, iniciando em Gramado o “Nátalis”, que significa nascimento em latim. Ele conta que conheceu a técnica do water screen em um parque temático em Orlando e queria trazer algo com a técnica para o Brasil.

“Em 2012 deu certo, a ideia foi aprovada. Mas na reunião de apresentação do projeto, em Gramado, disseram que a proposta era ótima, porém, questionaram quem seria o narrador. Não tinha pensado nisso e na hora falei o nome do Cid Moreira, mas nem sabia se ele aceitaria. No fim deu tudo certo e conseguimos usar as projeções para mostrar aos espectadores que o natal vai além do papai Noel”, completou.

Cid Moreira

IMG 2679

O jornalista e apresentador Cid Moreira vai repetir em Ilhabela, a narração do espetáculo, que aconteceu nos últimos três anos em Gramado. Ele esteve em Ilhabela na manhã desta sexta-feira (4), onde falou com a imprensa. Natural de Taubaté e hoje aos 88 anos, ele contou um pouco da carreira, de projetos pessoais e previsões para o futuro.

Esta foi a primeira vez que o apresentador visitou Ilhabela. “Sou de Taubaté, quando era mais novo estava sempre em Caraguatatuba e Ubatuba, mas não conhecia ainda Ilhabela”, contou. Reconhecido no livro dos recordes, por ser o apresentador que ficou mais tempo num programa, Moreira comandou o Jornal Nacional por 27 anos. “Só saí de lá arrastado”, ironizou.

Falar de trabalho com Cid Moreira não é um problema, afinal, segundo ele, já são 72 anos de atividade profissional, dos quais 46 são na Rede Globo. “Gosto muito de trabalhar e estou sempre inventando algo. Quando não tem trabalho, não sei o que fazer, fico meio perdido”, contou Moreira, que iniciou suas atividades na área de comunicação na rádio Difusora.

Ele lembra que seu começo no rádio e a ascensão ocorreram por acaso. “Um dia, o correspondente da Rádio Difusora em Taubaté ficou afônico e pediu para que eu o substituísse. Bem nesse dia o presidente da rádio estava lá e acabou me dando oportunidades para ficar. Depois disso fui passando por outros empregos, até chegar na Globo”, completou.

No período em que não tinha contrato de exclusividade com a emissora, o apresentador também realizava muitos comerciais. “Houve um período que 60% dos comerciais eram com a minha voz. Eu até tentava disfarçar entre uma gravação e outra, mas não era tarefa fácil”.

Religiosidade

Além do jornalismo, Cid Moreira também é reconhecido por seu trabalho de locução cristã. Ele teve destaque, por exemplo, quando gravou toda a Bíblia Sagrada, tarefa na qual se empenhou durante seis anos e fez de forma independente.

“Quando eu resolvi gravar a Bíblia, um produtor disse que isso não seria algo comercial, que daria muito trabalho. Então como a gente tinha um estúdio, conseguimos o apoio e autorização da Sociedade Bíblica e gravamos. Muito voluntários ajudaram e conseguimos entregar cópias para as instituições que trabalham com cegos, para que eles tivessem acesso às escrituras sagradas”, explicou.

Antes da Bíblia completa, Cid Moreira já havia gravado outros trechos específicos do livro e o resultado foi bem positivo. As passagens da Bíblia que seriam publicadas em 12 CDs, acabaram virando 24. O resultado disso foram 30 milhões de CDs vendidos.

Para ele, atuar nesse segmento foi uma coisa que aconteceu naturalmente, praticamente um chamado. “Eu não conhecia a Bíblia quando era criança, mas lembro que desde cedo comecei a ter vontade de ler. Gostava muito dos provérbios. Foi um processo natural e quando fizeram o primeiro convite para narrar alguns trechos, corri na hora para fazer”, contou.

A esposa de Cid, Fátima Gomes, que também é jornalista e o acompanha nos projetos, afirma que esse é um trabalho que o marido faz por amor. “Esse é uma atividade que envolve amor, então não tem dinheiro, cachê que pague por isso. Além disso, é preciso ter uma responsabilidade moral para falar da Bíblia”, acrescentou.

Futuro

O apresentador não pretende parar tão cedo e já tem projetos para o futuro. Entre as metas, está continuar com as gravações da Bíblia. Dessa vez, ele pretende gravar os sete livros apócrifos, que só estão contidos na versão católica do livro de escrituras sagradas.

Outro projeto já em andamento é a gravação de poesias de autores brasileiros. “Já estou estudando Gonçalves Dias, Castro Alves. Quero dar emoção às poesias, para ser um estímulo aos jovens a gostar mais delas. Tanto que a ideia é que o projeto se chame ‘Para gostar de poesias’”, concluiu.

Natal ao Mar

1b7a6e79-ee43-4f6b-8967-37c209b4957b

O Espetáculo Natal ao Mar será realizado na Praça das Bandeiras, com projeções em frente ao píer da Vila. A abertura acontece nesta sexta (4), a partir das 20h30. Ele será reapresentado aos finais de semana, sempre de sexta a domingo, às 21h, até o dia 20 de dezembro. Haverá apresentações adicionais na semana do natal, nos dias 21, 22 e 23 de dezembro. A entrada é gratuita.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.