Feriado Ilhabela

Usuários do serviço de Balsas sofrem com problemas durante feriado

Divulgação. Balsa durante o serviço de travessia

Por Ivânio de Abreu

Os usuários do serviço de balsas, desde moradores a turistas, sofreram com problemas durante o serviço de travessia nesse fim de semana prolongado. O primeiro fato ocorreu na sexta-feira (17), quando uma das balsas que realizava a travessia São Sebastião/Ilhabela bateu em um veleiro. O acidente ocorreu por volta das 23h, e causou susto aos passageiros, além dos cabos do veleiro ficarem presos na balsa, o que deixou a embarcação à deriva. Em nota a Dersa informou que ninguém ficou ferido e que não houve avaria nas embarcações.

No dia seguinte, sábado (18) os problemas continuaram, após cinco embarcações (das sete que realizam o serviço), permanecerem inoperantes por problemas mecânicos, gerando tempo de espera para atravessar por mais de 5 horas. O que levou o prefeito de Ilhabela, Márcio Tenório (PMDB) a intervir.

O prefeito foi pessoalmente até a sede da Dersa, em São Sebastião, para repudiar os transtornos causados aos moradores de Ilhabela, São Sebastião e visitantes e cobrar uma solução imediata em relação ao fato ocorrido. “Cobramos ações energéticas para que o problema não volte a ocorrer. Continuaremos acompanhando pessoalmente o andamento dos serviços nas próximas horas e saída do feriado prolongado, na segunda-feira (20)”.

Recentemente Tenório esteve em São Paulo, com o governador Geraldo Alckmin, para denunciar o serviço da Dersa e cobrar providências. Já havia sido entregue ao governador documento em que era exposta denúncias e situação de irregularidades criadas pela prestadora do serviço. “Estamos revoltados com o caos que este serviço causou em nossa cidade. Vamos ficar de plantão acompanhando a operação dessa empresa que tem demonstrado irresponsabilidade na execução do serviço público”, afirma.

Após ser questionada e cobrada, a direção de operação dos serviços de travessias da Dersa prometeu restabelecer o funcionamento das sete balsas ainda no sábado, e que cinco delas funcionariam na manhã desse domingo (19).

Os transtornos também atingem o continente. Toda vez que o serviço de Travessia não consegue garantir agilidade e eficiência, a fila de espera que se forma atinge o tráfego, e bairros de São Sebastião. Com espera de 5 horas na fila, os veículos que ansiavam ir para Ilhabela se aglomeraram na fila que tomou além do Centro, as ruas da Vila Amélia.

Fato é que se não houve tomada de providências esse fim de semana prolongado foi apenas um vislumbre do que há de vir, com a proximidade da Temporada.

Divulgação

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.