Esportes São Sebastião

Juventude goleia e é campeão invicto do Veterano 35 deste ano

Divulgação

Equipe alviverde teve sete vitórias e um empate até a campanha do título

O que poderia ter sido uma revanche para a equipe do Aliança, quando em duelo válido pela primeira fase saiu derrotada por 1×0, não aconteceu. Com uma atuação irrepreensível de todo o conjunto, o Juventude aplicou sonoros 7×0 na final desse domingo (08) e ficou com o título, de forma invicta, do torneio sebastianense Veterano 35 – 2017, em partida disputada no Estádio Municipal Otoniel Santos, o “Gringão”, no Varadouro.

Os gols foram anotados por Valder Mendes (1), David Rodrigues (2), Luiz Alberto (2) e Carlos Sales (2). O camisa 9, aliás, foi premiado com o troféu de maior artilheiro da competição com 11 gols anotados, quase um terço dos realizados pela equipe.

“A artilharia é consequência do trabalho de todo o time. O meu acaba sendo o mais fácil que é empurrar a bola pra dentro, mas essa é uma conquista de todo o grupo”, comentou o goleador Carlos Sales. Ele ainda elogiou a organização da Prefeitura. “Quero deixar registrado meus agradecimentos a toda a organização da prefeitura que foi nota 10. Ao pessoal da Secretaria de Esportes fica os meus parabéns”, finalizou o atacante.

O resultado coroou uma atuação quase que perfeita da equipe alviverde ao longo do campeonato. Em oito jogos disputados, foram sete vitórias e um empate, campanha que teve o melhor ataque com 28 tentos a favor e a melhor defesa com apenas três gols tomados.

“Nosso time como um todo marca muito bem. Desde os atacantes aos meus companheiros de zaga. Só tenho a agradecer principalmente aos meus zagueiros Fred e Julião pela parceria. Aqui somos uma família”, comentou o goleiro Sidney Alves, que recebeu o troféu de goleiro menos vazado da competição.

A final contou com a presença do Secretário de Esportes, Luiz Carlos Cardim, que elogiou a postura esportiva dos times. “Tivemos uma final entre times do mesmo bairro (Topolândia) o que poderia ter gerado uma rivalidade maior. Mas o que se viu foi uma final limpa, respeitosa e o tempo inteiro disputada na bola. Parabéns a todos os atletas”, explanou Cardim.

Antes de bater o Aliança na grande final por 7×0 e na rodada de estreia pelo placar mínimo, o Juventude teve ainda em sua trajetória um empate por 2×2 com Boiçucanga e vitórias sobre União de Cambury (8×1), Guarani (3×0), Cachoeira (2×0), Barra do Una (2×0) e Maresias (3×0).

 

Deixe um Comentário