Esportes Ubatuba

Paratleta da região precisa de ajuda para continuar competindo

Fotos: Divulgação

Ele teve que se manter firme diante de um acidente que desordenou sua rota de vida

 


Por Rell Nunes

“Minha vida mudou em todos os sentidos. O esporte me deixou independente, caminho sozinho, eu e Deus”. É assim que o paratleta Wagner de Campos Bueno encara os problemas da vida após ser noticiado que estava paraplégico.

Ele teve que se manter firme diante de um acidente que desordenou sua rota. Em dezembro de 2001, Wagner sofreu com um imprevisto na Barra Seca, em Ubatuba – cidade onde nasceu e ainda vive. O homem de 39 anos, à época, despencou de uma ribanceira de 20 metros, quando estava dirigindo uma moto. “Quase perdi minha vida”.

Para superar sua dor, em 2014, começou a treinar natação, depois lançamento de dardos e, enfim, se apaixonou pela corrida na cadeira. Naquele momento, Wagner se interiorizou, dizendo a si mesmo veementemente: quero ser paratleta.

Com o tempo, Wagner foi ficando melhor com os treinos. Agora ele não quer apenas participar das competições, quer competir de verdade, de igual para igual. Para tanto, ele precisa de uma nova cadeira, importada, de alumínio muito leve.

O competidor conseguiu achar uma cadeira de corrida usada (uma nova custa R$ 23 mil) disponível no mercado, porém, ele não tem dinheiro para comprá-la. Então, foi assim que o paratleta decidiu fazer uma “vaquinha” na internet e arrecadar R$ 15 mil para adquirir um equipamento que já tem três anos de uso.

“Quero poder viajar para as competições em São Paulo, em Santos. Só que nessa primeira competição no Centro Paraolímpico Brasileiro a galera que competiu comigo estão com cadeiras muito mais leves e importadas”, revela Wagner.

O paratleta está usando uma cadeira emprestada da Prefeitura de Caraguatatuba, mas a mesma não tem as medidas dele. “Estou tentando comprar essa cadeira com ajuda de amigos. Para se ter uma ideia, em 5 km de competição, os caras deram seis voltas em mim”, acrescenta.

1 Comentário

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.