Caraguatatuba Polícia

Jovens são baleados durante festa funk em Caraguá

Divulgação

Homem armado disparou contra grupo durante a festa

Por Salim Burihan

Três jovens foram baleados na madrugada desse domingo, durante uma festa, na Praia do Camaroeiro, em Caraguá.

Segundo uma das vítimas, uma pessoa conhecida como “Pescoço”, morador do bairro do Travessão, teria sido o autor dos disparos contra os jovens.

Foram atingidos pelos disparos, J.C.C., de 18 anos; G.R.L., de 16 e J.R.B., de 15 anos. Houve muita correria no local, que concentrava muitos jovens.

O caso ocorreu por volta das 4 horas da manhã. A PM foi acionada. O SAMU socorreu duas vítimas para a Santa Casa da cidade.

Uma terceira foi socorrida por populares e também removida à santa casa.

O autor dos disparos, vulgo “Pescoço”, não foi localizado.

A Santa Casa informou que quatro jovens teriam dado entrada, na madrugada, no pronto socorro.

Na polícia civil, apenas três pessoas constam como vítimas dos disparos na festa Funk. No boletim de ocorrência não constam outra vítimas no local.

No boletim da polícia militar constam as seguintes vítimas: J.C.C., morador do Barranco Alto foi atingido no pescoço; G.R.L., também do barranco Alto, foi atingido no peito e braço; e, J.R.B., morador da Casa Branca, atingido com um disparo no abdômen.

As autoridades locais haviam proibido esses bailes, no Camaroeiro, devido ao elevado consumo de bebidas e drogas. Foi a primeira vez, no entanto, que ocorre disparos de arma de fogo no local.

Porto Novo: S.F.C, de 48 anos, foi baleado por quatro tiros durante a madrugada. Ele teria sido baleado na cabeça, pescoço, abdômen e um dos braços. Segundo uma testemunha, ele teria sido baleado quando saiu, por volta das 4 horas da madrugada, para atender alguém na porta da sua casa. Ele foi socorrido na santa casa.

 

5 Comentários

  • Estávamos todos alegres, conversando e dançando… Havia muitos jovens ali, centenas. De repente começou a correria. Quando abaixaram o volume da música, foi possível ouvir os disparos. Muitos correram em direção à praia. Não se sabia onde estava o atirador, no meio da multidão ou na rua que fica acima, próximo dos mirantes.

    • Yuri-obrigado. gostaria de pegar o depoimento de mais jovens que estavam no local se puder pedir para amigos ou amigas me enviarem agradeço, vou fazer a matéria sobre o desespero dos jovens que estavam no local durante o incidente. Informe a sua idade e se sempre participa destas festas e se foi a primeira vez que presenciou tiros ou violência. Estou aguardando.

      • Tenho 28 anos. Não costumo participar destas feitas. Acabei ficando “preso” no meio da multidão, porque eu havia estacionado o carro no local horas antes do evento começar.

  • la viu muito estranho isso
    O que jovens de 15 anos estava fazendo as 4 hrs da manha em baile funk coisa boa que nao era se estivesse em casa ou na igreja nao teria acontecido ali rola muita a drogas, sexo muita bagunça

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.