Caraguatatuba Polícia

Mulher é agredida por quase uma semana em motel

 

Uma mulher de 29 anos está internada em estado grave, após ter sido espancada diversas vezes pelo namorado, de 37 anos. O casal ficou por seis dias em um motel, em Caraguatatuba, até que funcionários do estabelecimento suspeitaram e chamaram a polícia. Uma equipe do Samu socorreu a mulher, que é bancária na cidade, com ferimentos graves e suspeita de fratura de face nessa terça-feira (27).

O delegado Seccional do Litoral Norte, Múcio de Alvarenga conta que o casal estava hospedado no motel desde o dia 20. Ao chegarem no quarto, a polícia encontrou a jovem desmaiada com ferimentos por todo o corpo, além de bebidas e diversas substâncias no local.

A polícia investiga o motivo das agressões, mas descarta a possibilidade de sequestro. “Ela não foi sequestrada. O casal foi para o motel e ficaram uma semana consumindo diversas substâncias”, conta o delegado. Segundo ele, o casal estava junto há menos de seis meses, e o pai da vítima não tinha contato com o namorado da filha.

“Ela foi encontrada totalmente machucada. Ele está preso por tentativa de homicídio”, diz o delegado que revela ainda que o agressor, personal trainer, precisa ser ouvido novamente pela polícia. “Ele estava muito alterado, sem condições psicológicas nenhuma para falar no momento que foi preso”, comenta.

A polícia está agora no período de relatar o inquérito. “Vamos juntar laudos do IML, a perícia para confirmar se eram drogas as substâncias encontradas, e ouvir testemunhas”, explica Múcio.

Apesar de estimar que todo o processo dure cerca de seis meses, o delegado afirma que o agressor já está preso. “A defesa dele diz que ele requer cuidados médicos, e possui algum transtorno. Mas por enquanto fica preso”.

A vítima está internada na Santa Casa Stella Maris e vai passar por mais exames mais para saber a gravidades das lesões.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.