Caraguatatuba Polícia

Segurança pode ter sido morto por vingança

Fotos-Divulgação

Betão foi sepultado, ontem, às 10 horas no Cemitério do Jetuba

 Por Salim Burihan

A polícia civil de Caraguá ainda não identificou o autor ou autores da morte do segurança José Roberto dos Santos Moraes, o “Betão”, de 50 anos, ocorrido na madrugada de sábado(2).

Betão foi assassinado com quatro tiros, dois deles na cabeça e, outros dois, no ombro, por volta das, 4h30 da madrugada, quando trafegava com sua moto, pela rua Donato Mascarenhas Filho, no bairro de Massaguaçu, região Norte da cidade.

Segundo testemunhas, um carro teria se aproximado da moto e, um de seus ocupantes, teria feito os disparos que atingiram o segurança.

Baleado, Betão caiu da moto. Ele teria morrido no local. A moto e nenhum pertence dele foram levados.

A moto Honda e nem pertences dele foram levados

É justamente isso que chama a atenção da polícia. Como o segurança não foi vítima de roubo, tudo leva a crer que ele teria sido morto por outro motivo.

A polícia civil continua tentando obter informações sobre o crime. O zelador, de um dos prédios que ficam próximo ao local do crime, teria informado que ouviu os disparos por volta das 4h30.

Os policiais devem checar se alguma câmera de monitoramento, de residências ou prédios, próximos ao local do crime, registrou imagens do momento em que Betão foi baleado.

Sepultamento- O corpo de Betão foi sepultado às 10 horas, da manhã de domingo(3), no Cemitério do jetuba. Muitos amigos estiveram no velório e no enterro do segurança. Betão era segurança do Supermercado Assaí e muito conhecido na cidade. Nas últimas eleições municipais, ele foi candidato a vereador, mas não se elegeu.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.