Caraguatatuba Política

CÃMARA APROVA PARECER DO TRIBUNAL DE CONTAS

Decisão da Câmara deixa Antônio Carlos inelegível por oito anos

Na noite desta terça-feira, durante a 20ª sessão ordinária do ano, a Câmara Municipal de Caraguatatuba votou e optou em manter o parecer do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo relativo às contas da Prefeitura Municipal do exercício 2004, administrada na época pelo ex-prefeito Antonio Carlos da Silva.

AC fica inelegível por 8 anos

Segundo o parecer do TCE, a conta foi rejeitada por irregularidades na aplicação dos recursos dedicados ao Ensino Fundamental, quando foram destinados 55,27% da receita de impostos, quando à época eram exigidos ao menos 60% da aplicação prevista no artigo 212 da Constituição Federal, em afronta, portanto, ao caput do artigo 60 do ADCT.

Dos 15 Vereadores, 10 votaram a favor do parecer: Agnaldo Pereira da Silva Santos, Dennis da Silva Guerra, Evandro do Nascimento, Fernando Augusto da Silva Ferreira, Francisco Carlos Marcelino, João Silva de Paula Ferreira, José Eduardo da Silva, Oswaldo Pimenta de Mello Neto, Renato Leite Carrijo de Aguilar e Salete Maria de Souza Paes. Os Vereadores Aurimar Mansano, Celso Pereira, Elizeu Onofre da Silva, Flávio Rodrigues Nishiyama Filho e Vilma Teixeira de Oliveira Santos votaram contrário ao parecer.

Após a leitura de todo o processo, o ex-prefeito, Antonio Carlos fez uso da palavra e apresentou sua defesa. Em seguida, os Vereadores puderam se posicionar sobre o parecer.

A decisão dos vereadores deixa o ex-prefeito Antônio Carlos inelegível por oito anos. Outras duas contas do ex-prefeito serão votadas em agosto. No dia 7 de agosto, as contas de 2009, que teve parecer favorável do TC; e, no dia 20, asa contas de 2010, rejeitadas pelo TC.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.