Política Ubatuba

Ônibus devem estacionar para mulheres fora dos pontos em período noturno

Projeto aprovado na Câmara dá prioridade também aos Idosos, deficientes físicos, adolescentes e crianças

Por Raell Nunes, de Ubatuba

Com o aumento da violência, que se manifesta através de assaltos e estupros, atingindo diretamente as mulheres de Ubatuba, a Câmara resolveu criar um projeto de lei para minimizar as ocorrências negativas e melhorar a segurança feminina.

Assim, o Legislativo aprovou por unanimidade nesta semana a propositura n° 21/17, que instaura o “programa parada segura”. A essência da proposta é que os veículos da empresa concessionária do serviço de transporte coletivo parem fora dos pontos de ônibus no período noturno.

A nova regra, que ainda passará por aprovação ou veto pelo Executivo, prevê que os motoristas sejam orientados para fazer o embarque e desembarque das passageiras. Os lugares que oferecem risco às mulheres serão estabelecidos pela empresa que detém a concessão, por meio de depoimentos feitos pelos próprios condutores dos veículos.

Com isso, as mulheres serão deixadas nas imediações de suas residências e a probabilidade de sofrerem violência ou assédio é menor. Por meio de uma emenda, idosos, deficientes físicos, adolescentes e crianças também serão beneficiados pela ação.

“O projeto vem para amenizar os problemas das mulheres. Os pontos [de ônibus] são escuros. Isso vai facilitar. O motorista parar próximo do seu caminho vai diminuir os riscos”, afirmou o autor da lei, Adão Pereira (PCdoB).

Para o presidente da Casa de Leis, Silvinho Brandão (PSDB), espera-se que o prefeito sancione a lei e a empresa que tem a concessão realize as ações propostas pelo Legislativo. “Parece um projeto simples, mas efetiva a segurança em relação às mulheres”, disse.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.