Litoral Norte Meio Ambiente

APA Marinha troca presidente e Plano de Manejo segue indefinido

Foto: Frank Constâncio/ Ns Comunicação

Marcio Santos diz que a busca pela integração dos órgãos e setores que compõem a região é premissa desta gestão

 


Por Leonardo Rodrigues

O biólogo Marcio José dos Santos assumiu a gestão da Área de Proteção Marinha Litoral Norte (APAMLN) na última segunda-feira (22). Com a troca de presidente, Márcio assumiu no lugar de Evandro Figueiredo Sebastiani, cresce a expectativa para retomada da elaboração do Plano de Manejo.

No entanto, de acordo com Marcio, a principal meta de sua gestão é buscar diálogo com os diversos usuários do meio marinho e tomar decisões conjuntas, que contemplem a maioria destas representações, conforme dispõe a gestão de uma Unidade de Preservação de Uso Sustentável. “Para o ano de 2018, retomaremos as reuniões do Conselho Gestor, suas Câmaras Técnicas e Grupos de Trabalho, com agenda a ser definida de acordo com as demandas que estão sendo levantadas pela nova gestão”.

Sobre o Plano de Manejo da APAMLN, a resposta ainda é vaga. “Está em processo de elaboração  e o cronograma para o ano de 2018 será definido. As informações serão comunicadas e discutidas com todos os atores representativos e inerentes ao processo”.

Em Outubro do ano passado, conselheiros queixavam-se da paralisação na elaboração do Plano de Manejo da APA Marinha. Na ocasião, mandatos dos conselheiros já tinham sido expirados sem qualquer novidade sobre continuidade do Plano de Manejo.

Entretanto, Marcio diz ter outra meta, que é fortalecer a Área de Proteção Ambiental Marinha do Litoral Norte. “ Junto aos diversos setores que atuam em seu território, bem como dar suporte e conhecimento acerca da temática a todos os envolvidos, tendo em vista os diferentes tipos de atividades e conflitos que uma Unidade de Conservação de uso sustentável possui. A busca pela integração dos órgãos e setores que compõem a nossa região é uma premissa da gestão”, considera.

Bio –  Marcio José dos Santos possui formação em Ciências Biológicas e pós-graduação em Biologia Marinha. Natural de Ubatuba, iniciou sua carreira ambiental como estagiário da CETESB em 2005, na área de controle e qualidade ambiental, intercalando estas atividades com suporte à Secretaria Executiva do Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte (CBH-LN). Em 2007, foi contratado pelo CBH-LN, permanecendo até janeiro de 2018, quando foi contratado pela Fundação Florestal, órgão responsável pela administração da APAMLN.

Na Secretaria Executiva do CBH-LN, atuou nos processos de formações dos conselhos, elaboração de materiais e condução de reuniões das Câmaras Técnicas e Grupos de Trabalho, coordenação de projetos financiados pelo FEHIDRO.  Participou do processo de formação do Conselho Gestor da APAMLN e foi membro ativo desde então, intercalando sua atuação entre titular e suplente. Compôs a equipe de elaboração do Plano Diretor Municipal de Saneamento e Resíduos do Município de Ubatuba.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.