Ilhabela Meio Ambiente

Aberta “temporada de baleias” no Litoral Norte

Fotos: Júlio Cardoso

Semana de Vela de Ilhabela já prevê companhia dos mamíferos durante competição; Baleia jubarte foi avistada no começo de junho por técnicos do Instituto Argonauta

Os organizadores da Semana de Vela de Ilhabela 2017 estão confiantes em mais um show das baleias durante as regatas, marcadas para o período de 7 a 15 de julho deste ano. Na edição passada, os mais de 130 barcos inscritos no evento tiveram contato com os animais, muitos deles maiores que as embarcações. A competição coincide com o período de migração dos animais da Antártica para Abrolhos, arquipélago ao sul da Bahia.

“Ainda não temos uma informação precisa sobre a passagem das baleias. A água não está tão fria, as condições ambientais são outras. Com certeza, elas passarão pelo nosso litoral a caminho de Abrolhos. Mas a rota tanto pode ser mais próxima da costa, como no ano passado, ou mais aberta e distante”, disse Júlio Cardoso, diretor de Meio Ambiente do Yacht Club de Ilhabela e que foi o responsável por fotografar as baleias dando show nas regatas.

“O mais importante é que está absolutamente consolidado o Refúgio de Vida Silvestre de Alcatrazes. Por isso, estamos tranquilos de que teremos uma regata maravilhosa este ano, e esperando que nossas amigas jubartes passem aqui por perto para que possamos registrá-las novamente”, afirmou.

No início do mês de junho, uma baleia Jubarte (Megaptera novaeangliae) foi vista por técnicos do Instituto Argonauta, que realizavam trabalho do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), na região de Ilhabela. O encontro ocorreu na região conhecida como “Ponta de Sepituba” e, apesar de breve, o momento foi registrado em imagens pelo técnico do Instituto.

Foto: Instituto Argonauta                       

“Este indivíduo da espécie Jubarte já está a caminho da região de Abrolhos, onde todos os anos neste período migram do polo para se reproduzirem, em regiões mais quentes”, conta Carla Beatriz Barbosa, coordenadora do PMP-BS no Instituto Argonauta.

No ano passado, com a passagem de baleias pelo litoral, o Tamoios News publicou várias matérias sobre o assunto e, inclusive, relatou alguns cuidados ao avistar estes animais marinhos.

Votação popular para “batizar” a baleia

Júlio Cardoso conseguiu um feito inédito até então: documentar a passagem de uma baleia jubarte na passagem por Ilhabela, a caminho de Abrolhos. “Consegui fotografar a cauda do macho. A digital da jubarte é a parte inferior da cauda, cada uma com um desenho diferente. E, 33 dias depois, em 6 de agosto, o pessoal do Projeto Jubarte identificou esse macho em Abrolhos. Como eu fiz o registro aqui no litoral norte, eles me deram o direito de escolher um nome para o baleio. Estamos fazendo uma votação nas redes sociais, com cinco nomes”.

Entre as sugestões, estão Gorka, onomatopéia do barulho feito pela baleia ao saltar; Cidão, inspirado na ciência cidadã do registro de baleias; Almirante; e Ballerino, em homenagem ao barco pelo qual a baleia passou.

“O ano passado foi excepcional. Eu pessoalmente contei 35 baleias entre os meses de julho e agosto. A água estava mais fria, e havia cardumes de peixes e camarões mais próximos da costa, por isso elas se aproximaram”, explica Júlio. “No dia 3 de julho, na Regata Alcatrazes por Boreste, tivemos três baleias, um macho, uma fêmea e um filhote. Tive a oportunidade de fotografá-las, primeiro um pouco mais de longe. Então o macho passou por baixo do nosso barco e deu um salto fantástico!”

Foto: Aline Bassi/Balaio de Ideias

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.