Meio Ambiente

Alcatrazes abre perspectivas para visitação turística

Jorge Mesquita
Foto: Jorge Mesquita

Foram concluídos e publicados Planos de Manejo da Esec Tupinambás e Refúgio de Alcatrazes

Por Gustavo Nascimento, de São Sebastião

Após a elaboração do Plano de Manejo pela equipe do ICMBio (Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade), o Refúgio de Alcatrazes, em São Sebastião, poderá ser aberto para visitação turística em breve. Isso porque a unidade sebastianense pretende implementar as atividades previstas no documento aprovado pelo Ministério do Meio Ambiente.

Tendo a finalidade de funcionar como um Plano Diretor, ou seja, para nortear as ações e atividades a serem executadas nos próximos anos, o Plano de Manejo da Esec Tupinambás e do Refúgio de Alcatrazes contaram com participação voluntária de 76 pesquisadores, além de conselheiros e apoiadores.

Segundo o ICMBio, nos primeiros dois anos o Refúgio de Alcatrazes será aberto somente para empresas ligadas ao turismo após algumas adaptações no entorno do arquipélago. A chefe da Estação Ecológica Tumpinambás, Kelen Leite, explica que este período de tempo objetiva eventuais ajustes na visitação.

“Estamos tomando todos os cuidados para que não haja danos ao arquipélago”, ressaltou.

Ao Tamoios News, Kelen também revelou que está em processo de licitação a aquisição de poitas (também conhecidas como âncoras) para evitar danos ao substrato marinho no entorno da ilha.

A previsão é que a compra deste material seja concluída em agosto deste ano. “Não será possível o fundeio fora de poitas no Refúgio, como previsto no Plano de Manejo”, explicou a chefe da Estação Ecológica.

Foto: Gustavo Nascimento

Noite Ambiental – O Refúgio de Alcatrazes foi tema de palestra do ICMBio na noite da última quinta-feira (8), no Teatro Municipal de São Sebastião. A “Noite Ambiental”, promovida pela prefeitura, integrou a programação da Semana do Meio Ambiente que termina neste sábado (10) com um passeio ciclístico.

ICMBio – O Instituto Chico Mendes de Preservação da Biodiversidade, órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente, possui uma unidade em São Sebastião, no bairro Arrastão desde 1987. Seu objetivo principal é promover ações para proteção da biodiversidade brasileira e do patrimônio natural.

Além de apoiar pesquisadores que buscam informações sobre as unidades de conservação federais instaladas no Litoral Norte paulista, o  ICMBio é um órgão de fiscalização e controle do Arquipélago de Alcatrazes, em São Sebastião, e das Ilhas das Cabras e Palmas, em Ubatuba.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.