Ilhabela Meio Ambiente

Restaurante acusado de despejar esgoto em córrego é autuado no Curral

Foto: Divulgação. Esgoto despejado em córrego por restaurante

A autuação pode gerar multa de R$5 a R$6 mil reais para o estabelecimento

 

Por Ivânio de Abreu

Um restaurante foi acusado de despejar esgoto no córrego Rio Sul na Praia do Curral, em Ilhabela. Através das redes sociais, fotos e vídeos viralizaram mostrando o descaso sobre o assunto.  De acordo com um vídeo sobre o problema a fossa estava desaguando há uma semana, apesar das reclamações e pedidos de solução aos órgãos competentes.

Segundo a vereadora Salete Salvanimais (PSB) já realizou denúncias a Secretária de Meio Ambiente, Fiscalização, Vigilância Sanitária, mas nada foi feito.

“Só faltaram me falar, vereadora vai para casa, isso acontece há mais de 15 anos. O infrator não se dá ao menos o trabalho de disfarçar e colocar tampões nos canos, alguma ação tem que ser feita”, ressalta.

O proprietário do restaurante Luciano Reid, 59 anos, entende que o despejo no córrego existe, mas seria apenas da cozinha. “O dreno da tubulação deve ter saturado devido às chuvas, mas não é prejudicial essa água que está saindo. Já estou entrando com um recurso na Prefeitura onde será tudo esclarecido”, explica.

Reid tem o estabelecimento há 20 anos e enfatiza que muitos locais em Ilhabela sofrem devido à falta de Saneamento Básico.

“A maioria dos locais não tem um sistema de saneamento, são fossas”.  De acordo com informações o problema não fica apenas na Praia do Curral, mas também em Ilha das Cabras, Praia do Julião, Praia Grande, Perequê e Siriúba.

Foto: Divulgação. Coloração estranha na água vinha de restaurante

A Prefeitura de Ilhabela informa que as Secretarias de Meio Ambiente e Saúde, e da divisão de Vigilância Sanitária, realizam um monitoramento constante nos estabelecimentos comerciais do arquipélago.

Ainda de acordo com a Administração Municipal, após constatação de despejo irregular de água servida (gordura), a empresa foi autuada. A Vigilância Sanitária estabeleceu o prazo de 24h para que o mesmo sane o problema e o prazo vence na tarde desta terça-feira (9).

O Executivo ressalta que na manhã de hoje (9), o proprietário acionou uma empresa de limpeza de fossa e que na manhã desta quarta-feira (10), a Vigilância Sanitária fará uma nova vistoria no local para averiguar se foram cumpridas as determinações e tomará as providências necessárias. A autuação pode gerar multa de R$5 a R$6 mil reais para o estabelecimento.

Durante a ação em andamento, outros comércios também foram autuados neste mês de janeiro nos seguintes locais: Praia do Sino, Ilhote, Praia do Oscar e Portinho.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.