Caraguatatuba Turismo

Complexo Turístico Mirante do Camaroeiro tem aporte de mais R$ 4,6 milhões

Divulgação

Com a verba serão realizadas a reforma e ampliação do píer do Camaroeiro, trilhas de acesso às Pedras da Feira e do Jacaré e revitalização da trilha do Morro do Farol, na Prainha

 


Por Adriana Coutinho

Caraguatatuba avança na construção do Complexo Turístico Mirante do Camaroeiro. A Prefeitura obteve a aprovação da 2ª fase da obra no início de abril pelo Conselho de Orientação e Controle do Fundo de Melhoria dos Municípios Turísticos (COC), ligado ao Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (DadeTur), do Governo do Estado de São Paulo.

Com a liberação de cerca de R$ 4,6 milhões serão realizadas a reforma e ampliação do píer do Camaroeiro, infraestrutura nas trilhas de acesso às Pedras da Feira e do Jacaré e a revitalização da trilha do Morro do Farol, na Prainha.  Atualmente, estão em execução as obras de acesso ao platô (planalto), estacionamento, teatro de arena (anfiteatro) e o mirante do Morro do Camaroeiro. O Complexo prevê ainda a construção de dois restaurantes, bondinho, Centro de Exposições e funicular (vagões em trilhos e cabos). Segundo a Prefeitura, “para exploração dos restaurantes e demais serviços, neste momento, ainda não há necessidade. Primeiro a obra será finalizada com toda infraestrutura necessária e depois de concluída, aberta licitação para o comércio”.

De acordo com o secretário de Obras Públicas, Leandro Borella, um projeto detalhado do objeto do convênio será enviado ao Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos. “Vamos encaminhar a proposta com a planilha de custos no DADETUR até junho. Após a aprovação do departamento, faremos a licitação para iniciar a obra até dezembro”, explica.

Turismo Náutico – Divulgado anteriormente pela Administração no início do projeto, há a intenção de trazer paradas de navios de cruzeiro para a cidade, visando fomentar o turismo náutico no município com a instalação de uma estrutura para o receptivo no local. Segundo as informações atualizadas, nesta fase do projeto, consta a ampliação do píer do Camaroeiro que otimizará a atracação de barcos no local. “Quanto aos navios turísticos é necessário um estudo mais detalhado, incluindo a questão do calado no canal que corta a cidade”, respondeu a assessoria de comunicação da Prefeitura.

Valores – O investimento previsto para o empreendimento que será executado em três fases, está na ordem de R$ 12 milhões, com verba do DADETUR e parcerias público-privadas (PPP). Sobre valores oriundos das parcerias público privadas (PPP) a Prefeitura informou ainda não ter o valor da parceria público privada. “Se ocorrer, é com relação aos bondinhos, mas ainda não há nada concluído, pois não foi firmado nenhum contrato, por enquanto a obra executada é referente ao DADE”. Segundo ainda a Prefeitura, “a área não sofreu processo de desapropriação, os proprietários estavam com processos para executar as obras de contenção da erosão e, dessa forma, aceitaram fazer a doação do morro”.

Lazer e emprego – Segundo o prefeito Aguilar Junior, a obra é de vital importância para a cidade tanto na geração de empregos quanto para o turismo. “Queremos levar aos moradores, turistas e veranistas uma nova opção de lazer, prática de esportes, gastronomia, e com mirantes para proporcionar ampla vista de toda a orla da praia. Com o Complexo do Camaroeiro teremos geração de empregos com passeios e novas fontes de renda para os mora dores da cidade”, destaca o prefeito.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.