Caraguatatuba Notícias

UTGCA tem paralização de funcionários realizado por Sindicato

Divulgação

INFOTEC prometeu realizar  reunião presencial com seus colaboradores na semana que vem

Por Adriana Coutinho

Cerca de 50 trabalhadores da INFOTEC foram impedidos de entrar na Unidade de Tratamento de Gás Monteiro Lobato (UTGCA) nessa sexta-feira (06). O ato foi realizado pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil, Mobiliário e Montagem Industrial de São José dos Campos e Litoral Norte (SINTRICON), devido a INFOTEC não querer assinar um acordo coletivo com o sindicato, visando benefícios para os seus contratados – aumento no vale refeição, participação nos lucros, salários compatíveis com as funções.

Segundo funcionários que não quiseram ser identificados, sentem falta de um sindicato que os represente. Alegam também, que todas as outras empresas que possuem contrato com a Petrobras estão sindicalizadas no SINTRICON.

A empresa INFOTEC, uma empresa de mais de 30 anos de atuação, especializada em gestão de serviços terceirizados e experiência em atendimento de contratos e gestão de pessoas em órgãos públicos, com sede no Rio de Janeiro, ganhou a concorrência em três contratos dentro da UTGCA: Planejamento de Projetos; Segurança, Meio Ambiente e Saúde (SMS), incluindo serviços de Bombeiros e Apoio Administrativo.

Representação sindical – Em contato com a Infotec, a empresa respondeu por meio de sua assessoria jurídica – “Faz-se aqui fundamental esclarecer que temos um preposto local, dedicado a atender nossos funcionários alocados no suposto contrato e que está altamente qualificado a responder todas as questões administrativas que os funcionários necessitem, e que a equipe administrativa e jurídica está à disposição e totalmente envolvida e dedicada ao atendimento dos colaboradores, tomando todas as ações legais e administrativas cabíveis para que os mesmos possam ter ciência sobre cada passo que estão tomando para lhes gerar conforto e segurança”.

Sobre a sindicalização, apontam – “Nossos colaboradores são profissionais que atendem aos setores administrativos, portanto são devidamente registrados em seu sindicato pertinente, o Sindicato das Empresas de Prestação de Serviços de São Paulo (SINDPREST). Ressalta ainda que receberam comunicados do SINTRICOM nos dias 14 e 29/9 para reunião de adesão dos funcionários ao sindicato, porém responderam nas duas ocasiões “que devido ao enquadramento sindical, os empregados da INFOTEC e a própria empresa não são representados pelo SINTRICOM. Nos dias 3, 4 e 5 de outubro, os colaboradores da INFOTEC sofreram abordagem de representantes do SINTRICOM com o objetivo de impedir o acesso dos mesmos ao posto de trabalho na UTGCA, no município de Caraguatatuba, para obrigar a INFOTEC a assinar Acordo Coletivo de Trabalho com este Ente Sindical.

No que se refere ao enquadramento sindical, a INFOTEC reitera que o SINTRICOM não representa a categoria formada pelos seus empregados. Os empregados da INFOTEC são representados pelo Sindicato dos Empregados em Empresas de Prestação de Serviços a Terceiros, Colocação e Administração de Mão de Obra, Trabalho Temporário, Leitura de Medidores e Entrega de Avisos do Estado de São Paulo (SINDEEPRES – SP) e no caso dos empregados bombeiros, os mesmos são representados pelo Sindicato específico da categoria, qual seja, Sindicato dos Bombeiros Civis do Estado de São Paulo (SINDBOMBEIROS). Informam também que tais convenções possuem determinações com relação a benefícios, Participação nos Lucros e/ou Resultados”.

Diante da ação do SINTRICOM, a INFOTEC informou a redação, que, acionou não só a Polícia Militar de Caraguatatuba para garantir a ordem, segurança e regular exercício da empresa e dos seus colaboradores de acessar o posto de trabalho, mas também o Poder Judiciário, para que o SINTRICOM abstenha-se de adotar atos de violação e constrangimento de direitos e garantias fundamentais dos trabalhadores da Infotec que pretendam trabalhar e circular no ambiente de trabalho, que os impeça de entrar, permanecer ou sair do ambiente de trabalho, inclusive o direito de acesso ao local da prestação de serviços

A empresa informou também que realizará reunião presencial com os colaboradores da INFOTEC na semana que vem, pra esclarecer todos os fatos e posicioná-los dentro do cenário que se fez.

2 Comentários

Deixe um Comentário