Caraguatatuba Cidades

Fórum de Política para Mulheres reúne mais de 100 pessoas

Fotos: Divulgação/PMC

Mais de 100 pessoas participaram do 1º Fórum Municipal de Políticas para Mulheres, realizado em Caraguatatuba, no último sábado (25),  data lembrada como o “Dia Internacional da Não Violência Contra a Mulher”. O evento foi realizado pela Prefeitura e o Conselho Municipal da Condição Feminina (CMCF).

O tema do fórum foi “Conscientização da sociedade na luta contra violência à mulher”. Durante o evento foram debatidos e avaliados projetos e ações para otimizar o atendimento desse público no município.

Participaram profissionais em assistência social, saúde, educação e outras áreas, não só da rede pública de Caraguatatuba, mas também de todo o Litoral Norte.

A presidente do CMCF, Graziela Chacon Borba, contou a história da criação do Conselho e prestou homenagem a uma das criadoras do Clube da Mulher, Cida Waac. A entidade tornou-se, em 1997, o CMCF. Graziela também fez uma breve apresentação do diagnóstico de atendimentos feitos na Delegacia da Mulher, em Caraguatatuba.

A advogada do Conselho, Sandra Amado, apresentou ao público uma Cartilha que fala sobre as formas de prevenção à violência e a procuradora do Município, Márcia Paiva de Medeiros, falou sobre a criação da Lei Maria da Penha, a história de sua inspiradora e sobre as outras diversas formas de violência, que não a violência física.

A Saúde da Mulher também foi tratada durante o Fórum, pela médica da rede pública, Hebe Teixeira Soares. Os temas abordados foram sexualidade, a importância dos auto-exames entre outras questões levantadas pelo público.

Também na área da Saúde, a enfermeira Ana Cláudia Tripac falou sobre a importância do leite materno e o trabalho realizado pelo Centro de Atendimento Materno Infantil (CEAMI).

Outro assunto no Fórum foi a prevenção do suicídio, tratado pelo psicólogo Giulio Medrado. O evento contou ainda com a apresentação de um grupo de dança da Fundacc.

O Secretário de Desenvolvimento Social e Cidadania, Jonas Fontes, considerou o evento de grande importância não só pela significativa participação do público feminino. “Essa presença nos incentiva a dar prosseguimento às políticas públicas para as mulheres”.

25 de novembro – A data de 25 de novembro de 1960 ficou conhecida mundialmente pelo maior ato de violência cometido contra mulheres. As irmãs Dominicanas Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como “Las Mariposas”, que lutavam por soluções para problemas sociais de seu país, foram perseguidas e presas até serem brutalmente assassinadas.

A partir daí, 25 de novembro passou a ser uma data importante, principalmente para aquelas mulheres que sofrem ou já sofreram violência.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.