Ilhabela Segurança Pública

Prefeitura deve investir R$ 4,8 milhões em Centro de Controle Operacional

DCIM100MEDIADJI_0023.JPG

Centro terá 39 câmeras inteligentes, distribuídas estrategicamente, que servirão de suporte para todos os órgãos de segurança pública. 

A Prefeitura por meio do Departamento Especial de Segurança Pública, divulgou, na noite desta quinta-feira (5), durante a reunião ordinária mensal do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança), uma série de investimentos realizados em segurança no município.

A boa novidade apresentada ao Conseg pelo prefeito Márcio Tenório foi a implantação do Centro de Controle Operacional. Trata-se de um investimento de mais de R$ 4,8 milhões previsto ainda para 2018.

Esse valor contempla instalação, manutenção e operação de 39 câmeras inteligentes, distribuídas estrategicamente pela cidade, que servirão de suporte para todos os órgãos de segurança pública.

Prefeito Márcio Tenório fazendo investimentos em segurança na ilha

Segundo Márcio Tenório os investimentos são importantes para a cidade. “Sabemos que a população de Ilhabela quer se sentir segura e trabalhamos incansavelmente para isso acontecer. Por isso, investimentos em segurança pública são prioridades e vão continuar de norte a sul do município”, disse o prefeito Márcio Tenório. 

Atividade Delegada

A Prefeitura apresentou projeto de Lei que amplia investimentos na Atividade Delegada na Polícia Militar. A ampliação dos recursos proporciona um aumento no efetivo da Corporação e consequentemente, a segurança do município. Com a aprovação do Projeto, os policiais militares recebem o valor de R$ 40,02 por hora trabalhada durante a Atividade Delegada, R$ 12,00 a mais que em anos anteriores, quando recebiam R$ 28,00. Um investimento anual de R$ 1.402.300,00. 

Pró-Labore

No benefício do Pró-Labore são pagos anualmente R$ 345 mil, no valor incidente a R$ 800,00 a cada policial militar efetivo de Ilhabela pela delegação da competência municipal de fiscalização de trânsito.

Operação Verão

A Prefeitura investe para a cidade ter uma temporada mais segura. Por isso, mais de R$ 1,4 milhão são previstos para dar subsídios na hospedagem e alimentação ao reforço da Polícia Militar na Operação Verão 2018.

Mais investimentos

Com o convênio da Atividade Delegada, o arquipélago passou a ter competência para investir em equipamentos para a Polícia Militar, como a aquisição de um etilômetro (R$ 8 mil), um decibelímetro (R$ 1 mil), quatro veículos 4×4 equipados com acessórios (R$ 480 mil) e duas motos também equipadas (R$ 46 mil).

Ainda foi criado um projeto com a finalidade de conceder gratificação especial aos policiais civis que estejam lotados e em serviço ao município.

Gratificação Polícia Civil

Dessa forma, com a criação da Gratificação Especial, foi possível que policiais civis, em dias de folgas, passassem a trabalhar a favor dos moradores e dos visitantes que passam pelo arquipélago, deixando a cidade cada vez mais segura. O valor da gratificação mensal é de R$ 800. Somando-se os convênios com as polícias civil e militar, o investimento mensal de aproximadamente R$ 160 mil.

Defesa Civil

A Prefeitura planeja a aquisição de uma embarcação de resgate para a Defesa Civil. No valor de R$ 525 mil, a embarcação será devidamente equipada com condições de navegações diante de adversidades climáticas para fornecer serviço emergencial independente do mal tempo. Também estão previstos aquisições de equipamentos como motopoda, motosserra, EPI, entre outros.

 

 

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.