Cidades

Programa “Boa Praça”, de Ubatuba, é similar ao da capital paulista

Foto: Divulgação/PMU

Prefeito paulista quer “privatizar” 14 parques; Ubatuba já tem uma praça adotada pela iniciativa privada

Por Raell Nunes, de Ubatuba

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), lançou um projeto para abrir concessão à iniciativa privada para cuidar – e usufruir – de parques na grande metrópole. Já em Ubatuba, a atual gestão resolveu fazer o programa “Boa Praça”, que deixa um responsável cuidar de uma praça pública nas localidades caiçaras.

Na capital paulista, pretende-se privatizar 14 parques até o momento. Entre eles estão: Ibirapuera, Aclimação, Trianon, Buenos Aires e Independência – todos em bairros de classe média. No litoral, a primeira praça entregue aos cuidados da iniciativa privada, neste mês, foi a Alberto Santos, no Itaguá – também de classe média. O Aquário se responsabilizou pela adoção.

Nas palavras de Hugo Gallo, diretor do Aquário e oceanógrafo, é um prazer colaborar. “É um momento de resgate da cidade. Ubatuba tem esse patrimônio maravilhoso natural, por isso que precisamos cuidar da nossa cidade e dos espaços públicos como as praças, as árvores e avenidas”, acrescentou.

Segundo a administração municipal, qualquer entidade da sociedade civil, associação de moradores, amigos de bairro, pessoas físicas e jurídicas, legalmente cadastradas no município, podem participar do programa. O responsável deve fazer a manutenção do espaço público.

No projeto de João Doria (PSDB) já existem 26 interessados na proposta de assumir os 14 parques, conforme informações do jornal “Valor Econômico”. O resultado surpreendeu a prefeitura de São Paulo. A gestão tucana deve lançar edital de concessão das áreas entre outubro e novembro e os vencedores da licitação poderão explorar o uso de estacionamentos, wi-fi e restaurantes.

Parque do Ibirapuera em São Paulo pode ser concedido à iniciativa privada Foto: Divulgação

Deixe um Comentário