Estradas São Sebastião

Lombadas na SP-55 geram reclamações na Costa Norte

Redutores de velocidade na reta da Enseada são motivo de críticas de motoristas na SP-55

Por Leonardo Rodrigues

Duas lombadas instaladas na Rodovia Manoel Hyppolito do Rego (SP-55), no ano passado, continuam gerando muitas críticas por parte dos motoristas que trafegam pelo trecho da Costa Norte de São Sebastião – sentido à cidade de Caraguatatuba.

Colocadas em novembro, a intervenção do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) no local não é compreendida pelos usuários, já que o entorno apresenta diversos trechos sem recapeamento.

Os motoristas queixam do estado de conservação da via. “É impressionante! Aqui tem um monte de buracos, a noite fica um breu, e a única coisa que fazem para melhorar é colocar duas lombadas?”, indaga Carlos Franco, que trabalha em São Sebastião e mora na cidade vizinha.

O jovem Maurício Abreu, que estuda em Caraguá, precisa usar a via todos os dias, e também mostra-se contrariado com as lombadas. “Pode danificar os amortecedores, suspensão, e quem arca com esse desgaste? Não tem cabimento, colocar duas lombadas, com 100 metros de espaço entre uma e outra”, comentou.

Os motociclistas também reclamam das lombadas. “Quando chove piora por causa dos buracos e os desníveis na pista. Ninguém mexe aqui, e quando fazem algo é para colocar duas lombadas, uma do lado da outra, e só de um lado da rodovia. Muito estranho”, observou Flávio Oliveira.

“Elas (lombadas) estão uma do lado da outra, e só de um lado da pista. Parece que é para atender o pedido de alguém, e não para melhorar a pista”, comenta Isabel Cristina, moradora do bairro do Canto do Mar, e que passa pelo trecho diariamente quando volta do trabalho.

Estudos – O DER diz que implantou os redutores de velocidade (lombadas) após realização de estudos técnicos que indicaram a necessidade dessa medida para aumentar a segurança dos motoristas e principalmente dos pedestres na rodovia.

Em relação aos buracos, o DER ressalta que já acionou a equipe de conservação da SP-55 para efetuar os reparos do pavimento entre o km 102,300 ao km 120,000. A promessa é que os serviços serão executados até o próximo mês.

Quanto à iluminação pública, o DER ressalta que a responsabilidade pela implantação e manutenção em rodovias estaduais cabe aos municípios. Ao DER compete apenas analisar o projeto técnico apresentado pela cidade solicitante e autorizar a respectiva instalação da rede de iluminação pública quando solicitado.

Reivindicações – A  Prefeitura fez algumas reivindicações ao DER no trecho da Rio-Santos na Costa Norte. O  DETRAF pediu autorização para fazer a limpeza da vegetação de pista do quilômetro 115 ao 120, no bairro da Enseada, e a troca de placas de sinalização danificadas ao longo do trecho, sob jurisdição do DER em todo o município.

A SESEP reivindicou a manutenção de toda Rodovia SP-55, na região que compreende o trecho entre o bairro da Enseada e Canto do Mar na divisa com Caraguatatuba, estudos para adequação dos redutores de velocidade entre os km 113 mais 150 metros e km 114 da Rodovia SP-55, com a finalidade de melhorar o trânsito de veículos e pedestres.

Além de também requerer adequação com concretagem do canteiro central da Rodovia SP-55, reforço na sinalização viária, estudo para via de acesso de transporte público ao Km 113 mais 400m, na altura da antiga sede da Regional Norte, onde existe um ponto de ônibus e a adequação de galerias de águas pluviais no trecho entre a antiga sede da Regional Norte e a divisa com Caraguá.

O DER informou que será solicitado um técnico em geotecnia do órgão estadual para que venha até São Sebastião e faça um orçamento dos pedidos para que eles possam ser encaminhados.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.