São Sebastião Saúde

São Sebastião confirma 2º caso de malária na cidade

Foto - Anderson Tadeu Sousa Gomes

Rui Oliveira Borges teve alta nesta terça-feira (15), depois de ficar internado uma semana no HCSS


Por Adriana Coutinho

Um morador do Canto do Mar, na Costa Norte de São Sebastião, teve seu exame de malária confirmado na cidade na última quinta-feira (9). Rui Oliveira Borges, 59, servidor público municipal esteve internado no Hospital de Clínicas de São Sebastião (HCSS) nos últimos sete dias. Teve alta hoje (15), e segue fazendo o tratamento em sua residência.

O caso de Rui é o segundo confirmado no município este ano. De acordo com a Prefeitura há um outro caso ainda em tratamento.

Rui conta que começou a sentir-se mal na sexta-feira (4). “Havia tomado a vacina da febre amarela, me senti mal, tive febre e não consegui sair da cama até o domingo. Mas achava que era por causa da vacina”, relembra.

No início da semana passada, com febre alta e tremores chegou a ir até o pronto atendimento da Unimed em São Sebastião por duas vezes, onde foi medicado e foi liberado para voltar para casa.

“Na quinta-feira tive uma crise muito forte, era como uma intoxicação, eu tremia tanto que tive que ser imobilizado para ser medicado. Fui internado na Santa Casa, onde foi feita a coleta de exames e soube que foi enviado a São Paulo. Foi confirmada a malária mesmo. Agora já estou tomando a medicação e sinto-me bem melhor, ao menos já não tenho mais febre”, contou o servidor.

Borges tenta identificar o possível local onde possa ter adquirido a doença. Ele é funcionário público, vigia noturno na Escola Municipal Cynthia Cliquet Luciano, no bairro da Enseada, mas trabalha também numa obra no Condomínio Carmo, no bairro Guaecá há muito tempo.

“Acredito ter sido lá que fui picado, pois é ao lado de uma captação de água do condomínio, bem ao fundo do bairro. Funcionários da Vigilância Epidemiológica esteveram no hospital conversando comigo e vão fazer os exames em outras quatro pessoas que trabalham na obra, para ver se também contraíram a malária”, aponta.

“É muito importante que os médicos estejam alertas para diagnosticar essa doença. Parece que eles não estão preparados e muita gente pode sofrer com isso. Ele ficou a semana toda indo e vindo do hospital sem saber o que tinha. Poderiam ter feito logo esse exame e já poderia ter tomado o remédio. Mas, graças a Deus ele está bem e estamos cuidando em casa”, comenta sua esposa, Maria da Conceição Gonçalves Silva Borges, 54, esteticista.

A reportagem fez contato com a Prefeitura Municipal que confirmou o caso. O departamento de Vigilância Epidemiológica, setor ligado à Secretaria Municipal de Saúde, viabilizou o exame do paciente e, após a confirmação do diagnóstico, providenciou o tratamento com a medicação indicada para este caso e que é integralmente fornecida pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo as informações do Hospital de Clínicas de São Sebastião, o paciente em questão teve alta médica e já está em casa.

Região – No mês passado, o Portal Tamoios News publicou que Caraguá registrou oito casos de malária. Desse, seis são trabalhadores na obra de duplicação da Tamoios. Outros são importados, oriundos de outros municípios, onde foram picados.

1 Comentário

  • Afinal.. é malária ou febre-amarela que o rapaz está acometido ?? A Tamoionews poderia confirmar, pois MALÁRIA não é comum no Sudeste do Brasil. E não tem vacina para previnir e sim um tratamento que não erradica o vírus, somente trata-se.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.