Política São Sebastião

Vereadores formam G5 e entram com denúncia no MP contra criação de cargos

Ação foi apresentada após criação de mais 90 cargos comissionados na Prefeitura

 


Por Ivânio de Abreu

Um grupo de cinco vereadores entrou com denúncia no Ministério Público (MP), questionando a criação de 90 cargos comissionados na Prefeitura de São Sebastião.

Neste G5, composto por Gleivison Gaspar (PMDB), Onofre Neto (DEM), Daniel Simões (PP), Giovani dos Santos – o Pixoxó (PSC) e Ernane Primazzi – o Ernaninho (PSC), dois já haviam votado a favor na primeira, e única, votação do projeto de lei dos novos cargos, mas Daniel Simões e Pixoxó mudaram suas opiniões.

Todos os envolvidos na ação questionam a maneira como o presidente da Câmara Municipal, Reinaldo Alves Moreira Filho (PSDB) decidiu encaminhar o projeto à sansão do prefeito Felipe Augusto (PSDB). Isso porque quando foi aprovado o pedido de “vistas”, solicitado pelo líder do Governo na Casa de Leis, Edivaldo Pereira Campos – o Teimoso (PSB), o projeto deveria retornar à segunda votação.

Para Pixoxó que votou a favor do projeto na primeira votação houve desrespeito. “O projeto do Executivo foi em duas votações. Chegou para votação em sessão extraordinária e votei a favor. Mas após analisar decidi mudar minha decisão. O Governo ao perceber que o projeto não iria passar recuou e encontrou outra maneira para aprovar sem a segunda votação. Um desrespeito”, diz o vereador.

Neto não considera a existência de um “G5”, apenas um grupo de cinco parlamentares com opiniões contrárias a decisão.  Ele ressalta que o documento enviado ao MP é uma “ratificação” dessa posição.

“Houve uma ratificação a uma denúncia que já existia. A forma como se tratou a votação é um motivo pelo qual não concordo”, conclui Neto.

De acordo com Gleivison  a forma como se desenvolveu o processo de aprovação do projeto foi uma “rasteira”. “Isso foi uma rasteira nos próprios vereadores, o líder do Governo pediu “as vistas” e foi só o que autorizamos. Deveria ter retornado para a continuação da segunda sessão e debate sobre o que foi analisado”, relata.

 

A reportagem procurou os vereadores Ernaninho e Daniel Simões, mas até o fechamento da matéria não houve retorno.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.