Notícias Ubatuba

Confirmada morte de macaco por febre amarela em Ubatuba

Fotos: Divulgação/PMU

 

A Prefeitura Municipal de Ubatuba, por meio da secretaria municipal de Saúde, confirmou um caso de febre amarela em PNH (Primata Não Humano), macaco da espécie bugio, que foi encontrado morto no último sábado (24), na mata do Núcleo Picinguaba, região norte do município.

O diagnóstico foi confirmado na tarde de hoje (29), pelo Instituto Adolfo Lutz. A Vigilância em Saúde do município e representantes do Grupo de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, estiveram hoje no local em que o macaco foi encontrado, com o objetivo de identificar outros animais doentes ou mortos.

O prefeito de Ubatuba, Délcio Sato (PSD), determinou que a vacinação contra a febre amarela ocorra durante todo o Feriado de Páscoa. “Quem ainda não foi vacinado deverá procurar um posto de saúde para se imunizar. Estaremos ofertando a vacina em vários pontos neste feriado”, informou Sato.

As equipes da Vigilância em Saúde e de Estratégia de Saúde da Família estarão nesta sexta-feira (30), no Mercado Municipal de Peixes (das 8 às 13h) e no Posto do Umuarama das 14 às 17h. No sábado (31), no Calçadão da Maria Alves, das 8 às 17h. No domingo (1), a vacinação ocorrerá novamente no Mercado Municipal de Peixes (das 8 às 13h) e no Posto do Umuarama das 14 às 17h.

Para receber a vacina, basta apresentar o RG ou a certidão de nascimento. A Vigilância lembra que é importante tomar o quanto antes a vacina contra a febre amarela, única maneira de impedir uma epidemia da doença caso o vírus comece a circular no município. A vacina demora 10 dias para ter efeito entre a data de aplicação e a efetiva proteção.


Patricia Machado Sanches, supervisora de Vigilância em Saúde, ressalta que os macacos são sentinelas contra a febre amarela. ”O macaco não transmite a febre amarela por isso pedimos a todos que não os matem. Ele nos ajuda a identificar que a doença está circulando”, esclareceu.

A Prefeitura de Ubatuba ainda aguarda, do Instituto Adolfo Lutz, o laudo do segundo macaco encontrado morto no bairro do Araribá, na terça-feira (27).

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.