Caraguatatuba Geral

Padre que testemunhou milagre estará na Trezena Litúrgica

Elmiram foi testemunho de milagre atribuído a Madre Teresa de Calcutá

Por Salim Burihan

O padre Elmiran Ferreira Santos que participou do segundo milagre atribuído a Madre Teresa de Calcutá participa, nessa terça(5), às 19h30, da Trezena Litúrgica da 165ª Festa de Santo Antônio, em Caraguá.

Padre Elmiram

O padre Elmiran foi pároco em Caraguá e São Sebastião, entre 1997 e 2004. Atualmente, ele trabalha na Paróquia Senhor Bom Jesus, no Guarujá. Em março deste ano, Elmiram, foi vítima de um assalto em Santos, baleado no braço direito, foi hospitalizado, mas recuperou-se bem.

Elmiram foi peça importante no segundo milagre atribuído à Madre Teresa de Calcutá. Preces e rezas em nome da beata teriam salvado a vida de um homem em Santos.

O homem, de 35 anos, estava com uma hidrocefalia e uma infecção no cérebro. Ele se encontrava internado em estado muito grave, quando a sua esposa procurou por Elmiram, na época, em 2008, pároco da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, em São Vicente.

O padre contou na ocasião que “as esperanças eram mínimas e que chegou a administrar-lhe a unção dos enfermos”. A mulher do paciente teve então uma conversa com Elmiram.

Elmiram disse à mulher que ela deveria orar e pedir a Deus por um milagre. O padre entregou para ela uma relíquia de Madre Teresa de Calcutá, que vinha com um santinho da madre, uma oração e um pedaço de seu hábito. A mulher colocou o objeto embaixo do travesseiro do marido.

O homem, cuja identidade é mantida em segredo, sobreviveu, surpreendendo toda a equipe médica. “Foi sem dúvida um milagre divino, por intermédio de Madre Teresa. Rezamos muito a ela”, disse ele, na ocasião.

O caso foi oficializado pela igreja como o segundo milagre atribuído a Madre Teresa de Calcutá, abrindo espaço para a canonização da freira, o que ocorreria em 2016.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.