Turismo Ubatuba

Aeroporto da cidade recebe vôo compartilhado de Jundiaí para Réveillon

Aeroporto Gastão Madeira, de Ubatuba

O valor por trecho/assento é de R$ 660, mas a ida e a volta ficam R$ 1.320

 

 

Por Raell Nunes

A Two Flex (Táxi Aéreo Inteligente), em parceria com empresas, está promovendo o vôo “charter especial de final de ano”, ligando Jundiaí a Ubatuba, passando por São Paulo (Campo de Marte) em apenas uma hora por trecho.

O avião decola de Jundiaí às 15h, desta sexta-feira (29). Depois, tem uma escala no Campo de Marte, e deve chegar a Ubatuba às 17h. Na volta, dia 1° de janeiro de 2018, a aeronave sai do Litoral Norte às 16h, faz mais uma escala em SP e chega a Jundiaí às 18h.

O valor por trecho/assento é de R$ 660, mas a ida e a volta ficam R$ 1.320. Segundo informações obtidas pelo Tamoios News, todos os lugares da ida a Ubatuba estão vendidos – até o momento há vagas somente para o vôo de volta.

Esse é um projeto para tentar desenvolver com mais qualidade o Turismo, tanto em numa cidade quanto na outra – essa é a primeira parceria entre os aeroportos de Jundiaí (Comandante Rolim Adolfo Amaro) e Ubatuba (Gastão Madeira), ambos administrados pela concessionária Voa São Paulo. A idéia é dar continuidade na operação.


Gastão Madeira – Desde que a Voa São Paulo ganhou a licitação para administrar cinco aeroportos estaduais, incluindo o de Ubatuba, o espaço aguarda os R$ 18,27 milhões de investimentos na pista de aeródromo com 940m, no terminal de passageiros com 70 m² e estacionamento para 15 veículos.

Segundo a Prefeitura, as melhorias se estendem às edificações de terminais, operacionais e funcionais. Ainda prevê mais segurança nos voos, bem como aperfeiçoamento no sistema de sinalização, pista de pouso e decolagem.

De acordo com a Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), a empresa vencedora da licitação poderá explorar a localidade durante 30 anos. Dentro das regras, o concessionário poderá usar a área permitida para fins hoteleiros, restaurantes, lojas e centro de convenções.

“Esses investimentos em desenvolvimento imobiliário terão início a partir de abril de 2018. A construção de hotel e de shopping center ultrapassa R$ 50 milhões de investimento”, afirmou o diretor presidente da Voa São Paulo, Othon Cesar Ribeiro.

Ribeiro ainda explicou que, nesse primeiro momento, começarão a ser feitos os primeiros investimentos em tudo o que for relacionado à operação do aeroporto, como melhoria da pista e asfalto, iluminação, construção e reforma de pátio, reforma de hangar (para aeronaves de terceiros que venham fazer alguma visita), instalação de balizamento noturno (luzes que orientam o pouso noturno) dentre outras.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.