Cultura Litoral Norte

Confira a programação do Festival de Artes do Litoral Norte

O FELINO – Festival de Artes do Litoral Norte – terá atrações neste sábado e domingo, em Ubatuba, Caraguá e Ilhabela. O festival é realizado pela Frente de Educação e Cultura do Litoral Norte.

Com recursos dos prêmios FUNARTE através do programa IBERESCENA e das prefeituras de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, esse evento internacional traz um breve panorama das artes cênicas ibero-americanas, incluindo manifestações populares e contemporâneas, de circo, de teatro e de música, reunindo variadas técnicas e escolhas estéticas.

São mais de 30 eventos, entre espetáculos, oficinas e debates, de 5 países da América Latina e Europa: Espanha, Chile, Colômbia, Argentina e Brasil, apresentados para a população do Litoral Norte paulista,entre os dias 01 e 26 de maio de 2019.

“Com essa programação especial é oferecido o treinamento da sensibilidade através das artes, gerando o alimento dos sonhos e o despertar da potência de cada um”, garante Luciano Draetta.

A Mostra IBERESCENA* é parte do Festival FELINO assegurada com recursos da FUNARTE por meio do prêmio “Ayudas a Festivales y Espacios Escénicos para la Programación de Espectáculos Iberoamericanos” do Fundo Iberescena e conta com 18 espetáculos, sendo 6 de grupos brasileiros e 12 internacionais. Além desses, outros 8 contam com recursos dos prêmios PROAC e Ponto de Cultura e das prefeituras de Caraguatatuba, Ubatuba, Ilhabela e São Sebastião.
Toda a programação tem entrada gratuita.

PROGRAMAÇÃO

UBATUBA

04/05 – Circo Projeto Gaiato – 19h
“Om Co Tô? Quem Co Sô? Prom Co Vô? ”- Circo Navegador – Brasil
Os palhaços Surubim (Luciano Draetta) e Pirulão (Val Silva), em situações clássicas do circo revisitadas de maneira contemporânea, fazem uma abordagem crítica da condição humana, apresentando suas fragilidades em meio à transgressão dos costumes e convenções sociais. A união de vários fazeres artísticos, como o malabarismo, mágica cômica e pirofagia estão presentes neste espetáculo.

05/05 – Praça da Baleia – 16h
“Côco de Maré” –– Alma de Maré – Brasil
Um trabalho musical que traz composições de Dona Selma do Côco, do Grupo Comadre Fulozinha, entre outros cantores e compositores do ritmo chamado côco, e sem faltar a musicalidade do xote e do baião, com músicas de Luiz Gonzaga e Dominguinhos. No quadro cênico, figuras do universo popular, como Dona Mariquinha e o Apanhador, convidam o público a dançar e brincar.

CARAGUATATUBA

05/05 -Teatro Mário Covas – 20h*
“FLAP”- La Termostática – Argentina
O artista Antuco Aldape vem de Córdoba, a segunda maior cidade da Argentina, e é o personagem “Mamani” neste espetáculo solo. Ele recupera a magia dos jogos perdida na sociedade de consumo e surpreende com números de malabarismo, equilíbrio, humor e música latino americana. Flap é sinônimo da palavra jogo, e aqui é mais que um jogo: é uma brincadeira entre o equilíbrio e a vertigem.

ILHABELA

04/05 – Galpão das Artes- 16h*
“FLAP” – La Termostática – Argentina
O artista Antuco Aldape vem de Córdoba, a segunda maior cidade da Argentina, e é o personagem “Mamani” neste espetáculo solo. Ele recupera a magia dos jogos perdida na sociedade de consumo e surpreende com números de malabarismo, equilíbrio, humor e música latino americana. Flap é sinônimo da palavra jogo, e aqui é mais que um jogo: é uma brincadeira entre o equilíbrio e a vertigem.

05/05 – Galpão das Artes – 14h
Oficina Teatro de Sombras – Sombras Chinas (Valéria Guglietti) – Espanha
A arte chinesa do teatro de sombras está em todo canto do mundo há milhares de anos. Valéria Guglietti, artista argentina que mora na Espanha, é uma pesquisadora desta prática e ensina a técnica artística, os segredos da iluminação, os efeitos especiais e a destreza das mãos que comunicam com tanta sensibilidade.

05/05 – Galpão das Artes- 20h*
“No Toquen Mis Manos” – Sombras Chinas (Valéria Guglietti) – Espanha
Nesta apresentação da Cia Sombras Chinas as sombras se encontram com o cinema mudo, com o traço dos gibis, com os movimentos dos fantoches, com a mímica que comunica, a comédia e a música para encantar e trazer à cena uma coleção de histórias cheias de graça. A arte de Valéria Guglietti agrada crianças de 3 até os jovens de 99 anos.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: