Cultura São Paulo

Doria confirma em entrevista coletiva a continuidade do Projeto Guri

Foto: PMC/Divulgação

O governador Doria e o secretário de Cultura, Sérgio Sá Leitão, concederam entrevista coletiva no início da tarde desta segunda(01) para confirmar quer o Projeto Guri terá continuidade no estado. Confira no vídeo:

Doria informou que o projeto que atende 64 mil crianças e adolescentes em todo o estado, incluindo as cidades do Litoral Norte, receberá um aporte de R$ 94,7 milhões em 2019.

O governador adiantou ainda que em 2020 o projeto será ampliado, desde que, haja parceria com a iniciativa privada.

“O projeto Guri sempre foi um dos programas socioculturais mais importantes do estado, desde quando foi criado em 1995, pelo então governador Mário Covas e seu secretário de Cultura, Marcos Mendonça”, disse Doria.

Sérgio Sá Leitão disse que o projeto estava sendo avaliado internamente pela secretaria, mas que em nenhum momento teria sido oficializado o seu cancelamento.

As discussões sobre questões orçamentárias da secretaria, segundo ele, estavam sendo feitas junto com as OS(organizações Sociais), entidades que são parceiras do projeto. Os boatos( de encerramento do projeto) se espalharam rapidamente, sem que a secretaria ou o estado, tivessem em qualquer momento se manifestado pelo encerramento do projeto”, disse Leitão.

“Trata-se de um dos programas socioculturais mais importantes do país. Vamos manter e ampliar o projeto”, concluiu.

Confira as explicações de Doria sobre o Projeto Guri

Doria concede entrevista coletiva para confirmar continuidade do Projeto Guri

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira (1º) a decisão de descontingenciar R$ 20,7 milhões para a manutenção do Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro, que promove iniciação e formação musical para crianças e adolescentes.

No anúncio, que contou também com a presença do Vice-Governador Rodrigo Garcia, do Secretário da Fazenda Henrique Meirelles e do Secretário de Cultura e Economia Criativa Sérgio Sá Leitão, foram apresentadas as medidas previstas para que serviços essenciais, como o Projeto Guri, não sejam interrompidos.

“Não haverá nenhuma interrupção no Projeto Guri, que continuará operando regularmente como está, atendendo 64 mil crianças e adolescentes em todo o Estado, sem redução de alunos e professores. Neste ano, temos um investimento previsto de R$ 94,7 milhões para o Projeto Guri”, disse Doria.

Segundo estudo do IDIS (Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social) publicado em fevereiro – e baseado no impacto do Projeto Guri na capital durante os últimos três anos -, o valor do impacto social gerado pelo Projeto Guri corresponde a seis vezes o valor investido.

Em 382 polos, incluindo os polos Fundação Casa destinados a jovens em cumprimento de medidas socioeducativas, são atendidos aproximadamente 64 mil crianças e adolescentes por ano.

“Não há dúvida em relação à qualidade e importância do Projeto Guri e aos seus resultados. Certamente, a inciativa sociocultural mais importante do país em resultados evidentes. Um recente estudo, feito pelo IDIS, especificamente sobre o Projeto Guri, demonstrou que para cada R$ 1 aportado pelo Governo do Estado, a sociedade recebe R$ 6,40 em serviços”, declarou o Secretário de Cultura e Economia Criativa, Sérgio Sá Leitão.

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa tem realizado uma avaliação minuciosa dos contratos, programas e ações, levando em conta o impacto do contingenciamento, buscando implementar readequações para minimizar as consequências e buscar mais eficiência e eficácia.

O déficit fiscal projetado de R$ 10,5 bilhões em 2019 obrigou o Governo do Estado a determinar contingenciamento de R$ 5,7 bilhões em todas as áreas. Para a Cultura, foi estabelecido um contingenciamento de cerca de 23%, equivalente a R$ 150 milhões, incluindo os 24 contratos com Organizações Sociais e demais programas e ações.

Sobre o Projeto Guri

O Projeto Guri, maior programa sociocultural brasileiro, mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, promove iniciação e formação musical de qualidade e inclusão sociocultural, contribuindo positivamente para o desenvolvimento de crianças, adolescentes e seus familiares. Por meio de cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, são atendidas 64 mil crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos (até 21 anos, nos Grupos de Referência e na Fundação CASA).

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: