Cultura Litoral Norte

Em vídeo, Secretário de Cultura nega que Projeto Guri será encerrado. Assista

Em Caraguá, Ubatuba, São Sebastião e Ilhabela  está havendo muita preocupação com o possível cancelamento do Projeto Guri. Surgiram comentários da possível demissão de instrutores do Guri nas quatro cidades. O programa Guri faz muito sucesso na região. A comunidade está se mobilizando pelas redes sociais com abaixo-assinado virtual. Pais de alunos estão preocupados. José Rodrigues, de Ubatuba, que tem um filho de dez anos que faz aulas de violão no Guri, disse que o programa não pode ser cancelado. Nas redes sociais, até às 10h30 da manhã deste sábado, um manifesto já atingia cerca de 80 mil assinaturas contra o fechamento do projeto pelo governo do estado.

O Secretário de Cultura do Estado, Sérgio Sá Leitão, disse que o governo do estado não pretende encerrar o Projeto Guri, segundo ele, um programa espetacular, com excelentes resultados, tanto cultural como social. Leitão disse que, pelo contrário, o programa será melhorado. O secretário divulgou um vídeo comentando o assunto. Assista:

Guri

Mantido pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, o Projeto Guri é considerado o maior programa sociocultural brasileiro e oferece, nos períodos de contraturno escolar, cursos de iniciação musical, luteria, canto coral, tecnologia em música, instrumentos de cordas dedilhadas, cordas friccionadas, sopros, teclados e percussão, para crianças e adolescentes entre 6 e 18 anos. Foi criado em 1995.

Mais de 50 mil alunos são atendidos por ano, em quase 400 polos de ensino, distribuídos por todo o Estado de São Paulo. Os quase 340 polos localizados no interior e litoral, incluindo os polos da Fundação CASA, são administrados pela Amigos do Guri, enquanto o controle dos polos da capital paulista e Grande São Paulo fica por conta de outra organização social.

A gestão compartilhada do Projeto Guri atende a uma resolução da Secretaria que regulamenta parcerias entre o governo e pessoas jurídicas de direito privado para ações na área cultural. Desde seu início, em 1995, o Projeto já atendeu cerca de 770 mil jovens na Grande São Paulo, interior e litoral.

 

1 Comentário

  • Procure os polos citados para verificar. Sou funcionária e metade dos polos do projeto guri foi fechado ontem. Mais de mil funcionários no olho da rua. Mais de 60 mil crianças sem cultura

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

error: Alerta: Conteúdo protegido!