Arte Ubatuba

Correio da Argentina publica coleção de selos com fotos feitas por fotógrafo de Ubatuba

O fotógrafo e cineasta Bruno Cazarini, que vive em Ubatuba, especializado em fotografia de expedições, cuja obra é fortemente dedicada a natureza, vida selvagem, culturas e viagem, teve suas fotos incluídas na coleção “Paisajes de La Argentina”, lançada pelo Correios Argentino. Cazarini percorre o mundo em busca de imagens que se transformam em fotos maravilhosas.

Por Salim Burihan

O Correio Argentino acaba de lançar o pacote de selos “Paisajes de la Argentina – Serie Sur” que conta com quatro fotografias de Bruno Cazarini: a base Brown da Antártida, o Pinguim-gentoo e a Foca-de-weddell.

Fotos de Bruno usadas na coleção de selos do Correio Argentino

Bruno Cazarini, de 33 anos, é um fotógrafo autodidata, nascido em Campinas(SP) e que vive há oito anos em Ubatuba. Mora na Praia do Félix. Antes, morou no Lázaro e nas Toninhas. Em Ubatuba gosta de conviver com a natureza, com os pássaros e com o mar. Bruno também surfa. É especializado em fotografia de expedições, cuja obra é fortemente dedicada a natureza, vida selvagem, culturas e viagem.

Cazarini acumula a experiência de ter fotografado em mais de 130 países. Atualmente atua como fotógrafo sênior da Silversea Expeditions, fotografando os sete continentes em expedições aos lugares mais remotos da terra.

Seu mais recente trabalho inclui sua décima primeira visita à Antártica, além de expedições fotográficas por Cuba, Chile e Costa Rica

No ano passado, fotos dele foram impressas e distribuídas para todo o mundo pelos Correios da Argentina na edição comemorativa limitada do 50º aniversário das mulheres de Melchior, as primeiras mulheres cientistas argentinas na Antártica.

Cazarini tem dez anos de carreira. Começou com publicidade, depois fez fotos de surfe, fotos sociais e definitivamente se focou em trabalhos ligados a preservação e conscientização ao ambiental, vida selvagem, culturas e turismo.

Percorreu lugares incríveis como fotógrafo de expedições. Já esteve em 130 países. Adora visitar a região polar. Já esteve onze vezes. “Lá é sempre surpreendente, sempre mutável, diferente e encantador. Todas as vezes que vou para lá vejo que o aquecimento global é coisa séria, pois cada vez mais percebo que as geleiras estão reduzindo. É impressionante”, conta.

A próxima expedição já tem data marcada. A partir de 20 de março vai para o norte da Austrália, visitar o Outback, o deserto vermelho.   Sua vida é assim, seis meses por ano viajando e seis meses curtindo a vida simples e pacata de Ubatuba.

Cazarini tem seus trabalhos expostos, atualmente, em duas galerias da capital. Considera Sebastião Salgado um mito da fotografia mundial.

Conheça Bruno Cazarini:

Sou um fotógrafo de expedições. Eu tiro fotos da vida nos lugares em que ela acontece!

Nascido em Campinas, no interior do estado de São Paulo, cresci cercado de referências artísticas que ajudaram a florescer minha sensibilidade para a fotografia.

A maior influência para meu trabalho como fotógrafo foi a beleza ameaçada da Mata Atlântica, que aflora a fragilidade equilibrada com a força típica do espírito da natureza.

Viajei pelo mundo a bordo de navios, desempenhando as mais diversas ocupações, sempre com a câmera na mão, pronto para capturar frames da vida selvagem.

Assim descobri minha verdadeira vocação: a fotografia. Desde 2011 moro em Ubatuba, litoral paulista, mas vivo viajando pelo mundo como fotógrafo sênior de expedições.

Aprecie algumas fotos de Bruno Cazarini:

 

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.