Audiência Pública São Sebastião

São Sebastião: Nesta quinta, no Teatro Municipal, acontece a segunda audiência do Plano Diretor

Cerca de 200 pessoas participaram, nesta quarta(30), em um hotel de Maresias, na costa sul,  da primeira audiência pública realizada pela prefeitura para discutir o Plano Diretor de São Sebastião.

Fotos: Traud Rennert

Nesta quinta(31), será realizada às 18 horas, no teatro Municipal, pela prefeitura, a segunda audiência pública do Plano Diretor.

Em Maresias, estiveram presentes, representantes de sociedade amigos de bairros, da OAB(Ordem dos Advogados do Brasil), da Associação de Pousadas e Hotéis de Maresias, de entidades ambientalistas, associação de surfe, moradores, comerciantes e empresários.

A reunião foi bem produtiva e organizada, mas deu prioridade, as questões ligadas ao bairro de Maresias. O bairro está entre os que mais crescem no município.

Segundo a jornalista Marina Veltman, o bairro cresceu assustadoramente nos últimos anos. “Enquanto a região central registrou 14% de crescimento populacional, em Maresias, o crescimento, no mesmo período, foi de cerca de 90%”, alertou.

Maresias, segundo Marina, teve um grande crescimento imobiliário e de ocupação populacional nos últimos anos. Esse crescimento, segundo ela, faz faltar vagas nas creches, gerou aumento na criminalidade e, até mesmo, colaborado na poluição da praia.

O crescimento desordenado estaria ameaçando o turismo, principal fonte de renda e de empregos no bairro.

Com relação ao Plano Diretor foi reivindicado pelos participantes mais atenção ao saneamento básico, as pessoas portadores de necessidades especiais, preservação ambiental, tratamento dos resíduos sólidos, implantação de ciclovias e que os vereadores não aprovem possíveis emendas, sem  consultar a sociedade civil.

O presidente da Somar(Associação dos Amigos de Maresias), Eliseu Pires Arantes, fez questão de elogiar o evento, segundo ele, muito bem organizado e com boa representatividade.

O presidente da Somar, Eliseu Pires Arantes, elogiou a organização e a participação da sociedade civil

Segundo ele, o bairro foi elogiado por todos os representantes dos demais bairros presentes, por toda a equipe dos organizadores. Porém, um elogio marcante, veio por parte da equipe do Itesp, quando disseram que já participaram de várias audiências mas que, até então, nunca tinham presenciado uma atuação tão organizada e profissional, como a que foi feita pelos representantes de Maresias.

“Maresias mostrou que é um bairro diferenciado tanto nos seus problemas sociais, que acomete outros bairros, mas no engajamento de seus moradores movidos por uma paixão obsessiva por esse paraíso que Deus nos permitiu desfrutar com uma mínima contrapartida de apenas preservar”, afirmou Eliseu.

Eliseu quer que o plano diretor se conclua o mais breve possível e que seja, de fato, o ordenamento seguido fielmente. “E o mais importante, como muito bem disse a amiga D. Dirceia: – que os vereadores não permitam, em nenhuma hipótese, que este belo trabalho feito com transparência pela prefeitura e sociedade, não seja alvo de emendas sem a prévia e devida anuência dos seus criadores”, finalizou.

Pela prefeitura, o encontro também foi bem avaliado. “Tivemos uma audiência tranquila, com a participação de bastante gente, casa cheia. Muitas contribuições foram levadas em consideração, foi bem positivo”, comentou a secretária de Urbanismo, Joana Flávia Soares Borges.

O engenheiro civil Ivan Maglio, especialista em planejamento urbano, considera esse processo de audiências públicas muito importante.

“O Plano anterior de São Sebastião está fazendo 20 anos, e não há muitas coisas importantes que foram regulamentadas nesse período, então, a cidade tem uma oportunidade única de definir seu futuro de maneira socialmente justa, ambientalmente correta, em um modelo urbanístico bom”, disse Maglio, que acrescentou que a audiência pode enriquecer a minuta e propostas que já estão incluídas no Plano.

“Essa audiência foi muito produtiva, 95% das contribuições excelentes, de alto nível. Estou satisfeito porque conseguimos dar passos à frente, o que é muito importante, porque esse é o objetivo”, comentou.

Foto: PMSS(Divulgação)

Nesta quinta-feira (31), a audiência será realizada no Teatro Municipal, com início marcado para 18h. As inscrições para fazer uso da palavra deverão ser realizadas até 45 minutos após o início da audiência, no próprio local.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.