Educação Ilhabela

Educação: Alunos da Ilha conhecem a Pedra do Sino e suas lendas

Alunos da rede municipal de Ilhabela participam de passeio sobre a lenda da “Pedra do Sino”. Ação fez parte das comemorações de aniversário da cidade

 

Tradições, lendas, contos e histórias fazem parte da rotina escolar dos alunos da rede municipal de ensino de Ilhabela. Por isso a Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, proporcionou um passeio especial aos estudantes da E.M. Dr. Salvador Arena, na Praia da Garapocaia ou Pedra do Sino.

O passeio, além de apresentar aos alunos a praia tão famosa pela lenda que a envolve, também integrou a programação da unidade em comemoração aos 213 anos de administração político-administrativa do município. “É importante que as crianças se apropriem da cultura local, porque é rica e conta a nossa história”, declarou o prefeito, Márcio Tenório.

Os alunos das fases 1 e 2 e 1º anos puderam ouvir os sons de sinos  emitidos pelas pedras, e aproveitaram a oportunidade para brincarem na areia e no mar, além de participarem de um piquenique coletivo.

Pedra do Sino

Existem algumas lendas sobre a Pedra do Sino. Uma delas conta que em tempos passados, no século XVII, ao amanhecer, surgiu uma caravela de piratas que se dirigia à ilha de São Sebastião enquanto a população ainda dormia.

Estavam os piratas prontos para abrir fogo contra a ilha quando ouviram soar sinos despertando o povo que se preparou para receber os inimigos. Nisto surgiu um guerreiro que tomou o comando e, em pouco tempo, fez o inimigo recuar. Este guerreiro era São Sebastião.

Com isso, a calma voltou ao povoado que quis saber onde estavam os sinos. Não eram os sinos da Igreja da Armação e ninguém soube explicar de onde teriam saído os sons, a não ser os indígenas que diziam “Garapocaia, Garapocaia”, enquanto apontavam para as pedras dessa praia que passou a chamar-se “Pedras do Sino”, hoje atração turística da ilha.

Esta lenda confunde-se, também com a lenda da cidade de São Sebastião.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.