Educação São Sebastião

Polícia investiga bilhete que alertava sobre possível “ataque” em escola de Juquehy nesta segunda(15)

Um bilhete deixado em sala de aula informava que haveria nesta segunda(15) um possível “ataque” em uma escola estadual de Juquehy. O bilhete foi entregue à polícia civil, que esteve na escola durante toda a manhã de hoje escola para tranquilizar professores, alunos e pais de alunos

Por Maria Jaislane

A equipe do SIG(Setor de Investigações Gerais), da Polícia Civil de São Sebastião,  esteve na manhã desta segunda(15),  na Escola Estadual Plínio Gonçalves de Oliveira Santos, em Juquehy, costa sul, no intuito de garantir a tranquilidade e segurança dos alunos e funcionários, após uma mensagem que foi deixada numa carteira na sala de aula, há aproximadamente 15 dias, avisando que nesta segunda, seria marcada por mortes e massacres de estudantes.

Segundo Edith Braz, vice -diretora da escola, todo o caso já foi encaminhado para a Diretoria de Ensino de São Paulo. “Isso não passa de pessoas irresponsáveis, querendo tirar a tranquilidade e bom andamento das atividades escolares, além de causar pânico”, disse a vice-diretora.

Os pais, preocupados, pediram que a segurança na unidade escolar fosse reforçada, por meio de câmeras de segurança na parte externa e interna das escolas.

“Sou a favor de câmeras nas escolas, dentro das salas de aula, acredito que monitorando, dessa forma evitaria os supostos atentados e maior parte da violência”, diz Jorge Abraão.

De acordo com Ricardo Marques, Investigador de Polícia Civil, infelizmente, pessoas com má fé e conduta, acabam causando esse transtorno e tumulto.

“Entendemos que vivemos num país que tudo é possível, que estamos num momento de turbulências, e que recentemente aconteceu aquela tragédia na Escola de Suzano, em vista disso aproveitadores, geralmente jovens, acabam tendo esse tipo de atitude, pois só se fala nisso ultimamente, sendo assim patrulhas da PM e GCM estão orientados a percorrer as escolas da nossa região, para garantir que nada aconteça”, informa o investigador Marques.

O investigador afirmou que, uma vez que identificado o responsável, será responsabilizado criminalmente pelo o ato que cometeu.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: