Polícia Ubatuba

Cinco mulheres já reconheceram acusado de estupro em Ubatuba

Câmera de segurança capturou momento de ação de assediador de mulheres

Polícia pede que outras possíveis vítimas procurem a delegacia para reconhecimento

Por Raell Nunes

 

Cinco mulheres já reconheceram o homem que foi preso, na semana passada, suspeito de crimes sexuais na cidade. A polícia acredita, que mais vítimas devem comparecer a delegacia, para fazer o reconhecimento do suspeito durante as investigações.

A Polícia Civil de Ubatuba prendeu um homem, A.J.L., responsável por crimes sexuais na cidade no dia 22 deste mês. Até o momento, conforme informa a polícia, cinco mulheres reconheceram pessoalmente o autor dos crimes.

Conforme o setor de segurança, foram apreendidos uma motocicleta que o autor utilizava na prática dos crimes bem como uma pistola calibre 380 de sua propriedade.

Segundo a Polícia Civil, as providências de Polícia Judiciária prosseguem visando a identificação de outras possíveis vítimas.

Os crimes foram entre abril e junho deste ano, na região sul de Ubatuba, com referência ao Saco da Ribeira, Toninhas e Tabatinga. O suspeito permanece preso e o caso ainda está sendo investigado a fundo.

As cinco depoentes até o momento se dirigiram à Delegacia de Defesa da Mulher (DDM).

Arma e moto, que o suposto estuprador usava nos crimes

Entenda o caso – Em um vídeo, gravado no último dia 17, pelas câmeras de uma casa no Saco da Ribeira, o suposto criminoso corre atrás de uma mulher e ela consegue fugir dele.

Aparentemente o homem estava transtornado. Ainda não se sabe se ele estava sob efeito de álcool ou drogas.

Em recente postagens nas redes sociais, mulheres afirmaram que foram vítimas de um homem que andava de moto e as assediava em movimento.

Uma das vítimas teria contado que estava no carro, e o homem, após tirar o capacete, teria passado a mão em suas pernas.

 

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: