Caraguatatuba causa animal

Fim do sofrimento: Ambiental e veterinário retiram “arpão”que estava no corpo de uma capivara. Veja o vídeo:

Nesta terça(12), agentes da Policia Ambiental, com a ajuda do médico veterinário, Guilherme Garrido, da Zoonoses de Caraguatatuba, conseguiram capturar e cuidar de uma capivara que se encontrava ferida, há vários dias, nas proximidades do Jardim Gaivota. Um “arpão” foi retirado do corpo do animal.

O caso havia sido relatado pelo Tamoios News em sua edição de 23 de janeiro, quando moradores do bairro enviaram fotos ao portal cobrando providências das autoridades.

“É preciso que alguém faça alguma coisa pelo animal. São criaturas dóceis que não fazem mal a ninguém”, comentou Renata Netto, moradora do bairro que encaminhou as fotos da capivara ferida ao Tamoios News.

Outra moradora do Jardim Gaivotas, Lirian Matarezzi, relatou, na ocasião, que a capivara estaria com um arpão no corpo, bastante ferida e ensanguentada.

Foto da capivara ferida com o arpão enviada pelos moradores do Gaivotas

Entramos em contato com a Zoonose da Prefeitura de Caraguá. Lá nos informaram que a zoonose só trabalha com animais domésticos e que casos que envolvam animais silvestres são atendidos pela Secretaria Municipal de meio Ambiente.

Na Secretaria de Meio Ambiente fomos informados que o órgão só trabalha com questões ligadas a preservação ambiental, como fiscalização de desmatamentos e  licenciamento ambientais.

Segundo a secretaria o assunto deveria ser encaminhado à Polícia Ambiental. Nesta terça, a policia ambiental com a ajuda do doutor Guilherme Garrido conseguiram finalmente socorrer a capivara ferida.

Policiais ambientais e o doutro Guilherme acabaram com o sofrimento da capivara ferida desde o inicio de janeiro por um arpão

A equipe localizou e capturou a capivara e o o médico veterinário conseguiu retirar o “arpão” que estava fincando no corpo do animal há vários dias.

O veterinário fez a retirada do artefato de ferro e curativo do ferimento, posteriormente, o animal foi solto em seu habitat natural. Recentemente, a Secretaria de Meio Ambiente e a Policia Ambiental iniciaram um trabalho para combater a captura e caça ilegal de capivaras na cidade.

1 Comentário

  • Eu acho que até demorou para acharem essa capivara….agora imagina para acharem os autores…precisa concientizar a população ribeirinha para o consumo de carne selvagem.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.