Chuvas São Paulo

Chuvas aumentaram em 310% total de mortes no estado de São Paulo 

Fotos: Divulgação. Estragos após chuvas em Ilhabela
No mesmo período, de 1º de dezembro de 2017 a 5 de abril de 2018, o total de óbitos causados pelas chuvas foi de 10. Os dados são da Defesa Civil do Estado de São Paulo e levam em conta a Operação Verão,  realizada todo ano.

Do total de óbitos do último período chuvoso, 7 foram causados por raios; 17 por enchente ou inundação; 10, deslizamento; 4, desabamento; e 3, outros.

Além da alta no número de mortes, houve um aumento relevante na quantidade de pessoas feridas, que saltou de 6 para 73; de desabrigadas, de 1.415 para 2.030; e de desalojadas, de 2.217 para 6.323.

Apenas a forte chuva que atingiu a região da Grande São Paulo desde a noite do dia 11 de março até o dia seguinte deixou 13 mortos. Uma criança de 9 anos morreu soterrada no Parque São Rafael, na zona leste paulistana.

Houve um afogamento na avenida do Estado, que margeia o Rio Tamanduateí, que transbordou, somando duas mortes na capital.

No Litoral Norte, a chuva causou muitos problemas nas cidades da região e nas estradas, mas não teria havido registro de vítimas fatais.

São Sebastião foi uma das cidades mais atingidas pelas chuvas na região durante o verão

Deslizamento

Em Ribeirão Pires, morreram quatro pessoas. Em Embu das Artes, uma pessoa morreu devido a um deslizamento.

Três pessoas morreram em São Caetano, duas em Santo André, uma em São Bernardo do Campo, por afogamento. Na capital paulista, de acordo com balanço da prefeitura, mais de mil famílias precisaram de atendimento emergencial.

Segundo o governo do estado, o período de dezembro de 2018 a março deste ano foi o mais chuvoso desde a época das chuvas de 2010/2011. Foram 1.059,8 milímetros acumulados no período.

“Isso influenciou diretamente nas ocorrências. A Defesa Civil Estadual acompanhou 335 ocorrências em 149 municípios e encaminhou mais de 2.029 alertas meteorológicos por meio do SMS 40199 [sistema que avisa a população por meio de mensagens de celular]”, disse, em nota, a assessoria do governador João Doria.

Segundo o governo, também foram enviadas 52 toneladas de alimentos e 40.842 itens como kits dormitório, higiene pessoal, limpeza e vestuário para 75 municípios afetados por desastres naturais.

Foram capacitados ainda, no ano passado, 2.936 agentes de defesa civil de 178 municípios em que há incidência de desastres. Por  Agência Brasil.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: