Cidades São Sebastião

Ação movida pelo MP afasta Michelli Veneziani do Fundo Social

Uma ação instaurada pelo MP(Ministério Público) de São Sebastião causou o afastamento da primeira dama Michelli Veneziani da Silva Augusto do cargo de Presidente do Fundo Social da cidade.

O MP instaurou uma ação civil para apurar possível nepotismo praticado pelo prefeito Felipe Augusto na indicação de sua mulher como presidente do Fundo Social de Solidariedade.

A ação foi movida pelo promotor Rodrigo Lúcio dos Santos Borges, que instaurou um inquérito civil, para apurar possível ato de improbidade pelo prefeito ao indicar sua esposa para o cargo, quando havia uma determinação na legislação de que a esposa do prefeito só poderia participar do conselho administrativo do Fundo Social.

Michelli optou em deixar o cargo até que a justiça se manifeste sobre o caso. Em entrevista concedida na tarde desta terça, Michelli disse estar muito triste com a situação.

Ela alegou estranhar a decisão do MP, uma vez,  que em todo o estado, o fundo social é ocupado pela  primeiras damas, um cargo que não é remunerado e que exige muita dedicação, para que sejam desenvolvidas políticas públicas, que atendam as famílias mais necessitadas.

Michelli disse que uma funcionária de carreira, Elis Regina, irá assumir o cargo.  A primeira dama disse que continuará atuando nos programas da prefeitura como voluntária, até que, saía um parecer final sobre a ação proposta pelo MP.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: