Caraguatatuba Cidades

Cabeleireiro de Caraguá improvisa máscara para se proteger do COVID-19

O cabeleireiro Antônio Félix de Barros, de 65 anos, morador do bairro Martim de Sá, em Caraguatatuba, preocupado com o coronavírus, decidiu improvisar uma máscara para usar em suas saídas de casa.

Ele usou uma garrafa pet de refrigerante para improvisar sua máscara. “Quando saio nas ruas, para ir ao supermercado, minha máscara chama a atenção das pessoas”, contou.

Nesta quinta-feira, por exemplo, ele futilizou sua máscara para ir ao supermercado fazer compras para a sua vizinha, dona Elda, de 80 anos.

Segundo Toninho, as máscaras tradicionais, além de caras, devem ser trocadas de duas em duas horas, como prevenção e a sua, feita de garrafa pet, basta apenas fazer a higienização e reutilizar.

Ele dá a dica de como improvisar a máscara de garrafa pet; corta-se o fundo da garrafa, modelando a lateral para encaixar no rosto, para prende-la, usa-se um elástico.

O detalhe é na ponta da garrafa, onde fica a tampinha: “fiz furos na tampinha e coloco algodão para filtrar o ar”, explicou.

Segundo ele, sua máscara fez tanto sucesso, que ele decidiu ensinar as pessoas a confeccioná-la, em sua pagina nas redes sociais.

Sobre, o coronavírus, Toninho conta que está bastante preocupado, apesar da cidade registrar  32 casos suspeitos. “Tenho evitado sair e recomendo à todos, idosos e jovens, para que evitem ficar circulando”. disse.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: