Caraguatatuba Cidades

Convênio assinado entre Prefeitura de Caraguá e Sebrae capacitará 13.500 pessoas

A Prefeitura de Caraguatatuba e o Sebrae/SP assinam convênio para a realização do Caraguatatuba Empreendedora 2020. A assinatura do convênio ocorreu na terça-feira(21), no Paço Municipal, no Centro.

Em 2020, a iniciativa capacitará gratuitamente 13.500 pessoas, entre empresários, microempreendedores, artesãos e pequenos produtores rurais, além de alunos das redes municipais e estaduais de ensino com cursos, palestras, consultorias e oficinas voltadas para a gestão de negócios, totalizando 1.094 horas de treinamento.

O prefeito Aguilar Junior e o gerente regional do Sebrae/SP, Jardel José Busarello, assinaram o documento, acompanhados do gestor do Posto do Sebrae Aqui de Caraguatatuba e do Litoral Norte, Eduardo Ilário, e da coordenadora de projetos do Sebrae/SP, Lívia Torres.

O gerente regional do Sebrae/SP, Jardel José Busarello, disse que Caraguatatuba é a cidade mais empreendedora da região. “Nesse 4º ciclo do programa, o Sebrae e a Prefeitura querem envolver mais pessoas nas capacitações. Os interessados nos cursos e consultorias devem deixar o cadastro atualizado no Posto do Sabrae Aqui”, orientou.

De acordo com o prefeito Aguilar Junior, o Caraguatatuba Empreendedora IV alcançará cerca de 13.500 moradores, entre empresários, MEI’s e potenciais empreendedores, além das crianças e jovens em idade escolar com suas ações. “Queremos dar condições para que os empreendedores locais possam gerar mais emprego e renda, visando o fortalecimento da economia local em todos os ramos”,  destacou.

Em 2019, o Posto do Sebrae Aqui da Prefeitura de Caraguatatuba fez 2.655 atendimentos para microempreendedores individuais (MEI’s), micro e pequenos empresários, como orientação para abertura de negócio, declaração anual MEI, impressão de guias de pagamento,  emissão de notas fiscais, consultorias, inscrições para cursos e acesso a linhas de crédito. A previsão do Sebrae/SP era realizar 2.380 atendimentos no ano passado, mas a meta ficou em 111% do previsto para o ano passado.