Caraguatatuba Cidades

Criança de dois anos, vítima de suposto maus tratos, permanece internada em Caraguá

Caraguá registra 58 mortes pela Covid-19, duas delas de moradores não residente

A Polícia Civil de Caraguatatuba investiga um suposto caso de maus tratos contra uma criança de dois anos, ocorrido na noite do último sábado(4), no bairro do Massaguaçu, região norte de Caraguatatuba.

A criança D.J.F.F., de dois anos, está internada na Santa Casa de Caraguatatuba, com traumatismo craniano e escoriações pelo corpo.

Segundo informações, a mãe da criança, a ajudante de cozinha D.I.F.S, foi trabalhar e deixou o menino aos cuidados do padrasto A.F.

Durante a tarde, como a criança chorava muito, os vizinhos foram até a casa dela para ver o que estaria ocorrendo. O padrasto alegou que estava dando banho na criança.

Por volta das 22 horas, quando a mãe retornou do trabalho, viu o filho deitado e com ferimentos na cabeça e no corpo. A mãe perguntou o que teria ocorrido com a criança. O padrasto disse que o menino tinha caído da escada.

A ajudante de cozinha, desesperada, pegou o filho e correu até a casa da sua mãe. O padrasto deixou a casa e não foi mais visto.

A criança foi encaminhada até a UPA e em seguida para o hospital Stella Maris, onde ficou internada. A criança foi atendida e permanece internada.

O laudo feito pelo médico Marcelo José Martins Novaes  constatou edemas e lesões de face, lesões no tórax e corpo e fratura no crânio.

O Conselho Tutelar da cidade levou o caso ao conhecimento das autoridades. A suspeita é que o padrasto tenha agredido a criança enquanto a mãe estava trabalhando.

O Conselho Tutelar disse que só poderia dar detalhes sobre o caso após avaliação do seu colegiado, o que seria feito na manhã desta terça(7).

Por volta das 22h30, desta segunda(6), o padrasto A.F. se apresentou na delegacia de polícia. Ele negou ter agredido a criança. Ele disse que vai provar que é inocente.