Cidades São Paulo

Doria afirma que não existem motivos para “fechar” as praias

O governador João Doria afirmou em entrevista coletiva, no Palácio dos Bandeirantes, que não existem razões para impedir o acesso as praias da baixada santista e litoral norte de São Paulo. São Paulo tem 196 casos confirmados e uma morte. O Litoral Norte tem 39 casos suspeitos de coronavírus.

Doria anunciou novas medidas para conter a propagação do coronavírus. Segundo ele, São Paulo está pronto para fazer tudo o que for necessário para evitar o avanço da doença no Estado. O governador falou sobre a questão da presença de veranistas e turistas nas praias do Litoral Norte e Baixada Santista.

“Não há necessidade de limitação neste presente momento. Deve prevalecer o bom senso e a prudência e isso cabe a todos os cidadãos. Não é recomendável aglomeração nas praias”, disse Doria. Ele deixou a entender que os acessos ao litoral também não serão fechados.

O infectologista David Uip, coordenador do centro de contingência do Covip-19, destacou que nove especialistas orientam o governador e seus secretários nas questões relacionadas ao Covip-19.

“Neste momento, achamos que as medidas tomadas no dia a dia estão adequadas ao momento. Nosso lema é fazer tudo o que for possível para evitar mortes de paulistas”, disse Uip.

Doria anunciou ainda recursos na ordem de R$ 500 milhões para conter os efeitos na economia pelo coronavírus. Os recursos serão destinados pelo Banco do Povo e Banco Desenvolve São Paulo, para atividades de economia criativa, do turismo e comércio. “Faço um apelo para que o empresariado e o comércio não dispensem funcionários neste momento” pediu Doria.

 

 

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: