Cidades São Sebastião

Maresias: Em protesto, surfistas cobram mais conscientização ambiental

Um grupo de surfistas da costa sul promoveu um protesto no sábado(7), na praia de Maresias, a mais badalada do Litoral Paulista.

O grupo espalhou cruzes pela areia em sinal de protesto pela má qualidade das águas dos rios que desaguam na praia. E cobraram mais conscientização por parte de moradores e visitantes com relação ao destino do esgoto doméstico.

Maresias ainda não conta com rede de coleta e tratamento de esgoto.  A Prefeitura de São Sebastião renovou o contrato com a Sabesp e pretende priorizar as obras de saneamento no bairro a partir do ano que vem. Em 2019, a praia já esteve classificada como imprópria para banho por quatro vezes, segundo a Cetesb.

Maresias recebe ao longo do ano 35% dos turistas que visitam a cidade de São Sebastião. Um dos moradores mais ilustres de Maresias é o bicampeão mundial de surfe Gabriel Medina, que busca no Havaí o tricampeonato.

Levantamento

Em recente levantamento feito pelo Fundo Brasileiro de Educação Ambiental com 137 moradores de Maresias,  sobre a qualidade dos rios que cortam a praia mais badalada do litoral paulista, apontou que 36,8% deles consideram a situação péssima; outros 35,3% avaliaram como ruim; 19,1% consideraram regular: e, 8,1% avaliou como boa. Maresias é cortada pelo rio Ipiranga que deságua nos rios do Canto e da Barra.

No mesmo levantamento, desta vez, para avaliar as condições do o meio ambiente em Maresias, 24,3% considerou péssimo; 25,3% avaliou como ruim; e, 24,3% considerou regular.

Com relação à destinação do esgoto doméstico, 64,2% dos entrevistados disseram possuir fossa séptica e 17% não soube informar. Dos 137 entrevistados 46,7% deles não reciclam o lixo doméstico.

Nas redes sociais o consultor ambiental Luan Harder postou a fotos do protesto e a seguinte mensagem: “Será esse o surf do futuro? Se não fizermos nada, sem dúvida iremos sofrer as consequências da poluição crítica que nossos rios e mares já enfrentam pela falta de saneamento! E você, qual sua parcela de contribuição? Como está o seu sistema de tratamento de esgoto? O que você tem feito pelas nossas águas? Chegou a hora da mudança! A revolução do saneamento no Litoral Norte só está começando!!!”

error: Alerta: Conteúdo protegido!