Cidades São Sebastião

Ônibus envolvido em acidente na Rio-Santos estaria irregular, afirma ARTESP

O ônibus de fretamento da empresa RTK envolvido num acidente na manhã deste sábado, no km 157 da rodovia Rio-Santos, que matou uma jovem e causou ferimentos em outras doze pessoas, não possuía autorização da ARTESP para transportar passageiros ou seja, estaria irregular.

O acidente ocorreu às 7 horas da manhã deste sábado, no km 157 da Rio-Santos, no trecho de serra entre Maresias e Boiçucanga. O ônibus tombou na pista. As causas serão apuradas.

Veículo tombou no km 157 na serra entre Maresias e Boiçucanga

O veículo levava 46 pessoas, entre elas a equipe de Rugby Athenas, que iria disputar um torneio em Ilhabela, tombou na pista. A jovem Lays Prado Cruz, de 13 anos morreu no local, outras duas em estado grave, estão internadas em hospitais de São Sebastião e São José dos Campos.

Segundo nota divulgada na tarde deste sábado (30), pela ARTESP, a empresa RTK, proprietária do ônibus, não possui cadastro e nem autorização legal para o transporte de passageiros.

A ARTESP comunicou ainda que “a utilização de transporte irregular traz riscos para os passageiros, já que os veículos não passam pelas vistorias exigidas pelo órgão para atuar neste tipo de transporte, além de não haver garantia de que o motorista está devidamente habilitado para a prestação do serviço”.

A empresa RTK, de Itanhaém, havia informado pela manhã, que o veículo envolvido no acidentes estava em boas condições e com as vistorias em dia. Não conseguimos contato no final da tarde com a empresa para saber sobre a possível irregularidade apontada pela ARTESP.

Fiscalização

A ARTESP é a agência de transporte público no estado de São Paulo e responsável pela fiscalização. No dia 18 passado, fez uma operação de fiscalização ao Transporte Intermunicipal na saída para o fim de semana prolongado do feriado de Proclamação da República autuou 44 veículos e reteve 14 em diferentes pontos do Estado.

Foram vistoriados 217 veículos durante a blitz, que se concentrou entre a tarde e o início da noite de quinta-feira (14). Os fiscais da agência verificaram as condições dos ônibus e o cumprimento da legislação por parte das empresas cadastradas para a prestação do serviço. A operação também teve como objetivo coibir o transporte clandestino.

Fiscalização da ARTESP, em Caraguá, no último dia 18

A operação realizada às vésperas do feriado, segundo a agência, faz parte de uma série de ações que a ARTESP vem desenvolvendo em todo o Estado com o objetivo de melhorar as condições de conforto e segurança nas linhas intermunicipais que partem dos terminais rodoviários de cada município. Além de vistoriar aspectos gerais dos ônibus (como a existência de equipamentos obrigatórios e as condições de higiene, entre outros itens), os agentes também verificam o cumprimento dos horários das viagens programadas pelas empresas que operam o serviço.

Os usuários podem denunciar irregularidades no transporte intermunicipal pelo telefone da Ouvidoria da ARTESP (0800.727.83.77) ou através do endereço eletrônico ouvidoria@artesp.sp.gov.br. Todas as denúncias são apuradas. Por esses canais é possível também registrar manifestações, como reclamações dos serviços das concessionárias, solicitações de informações, além de sugestões e elogios sobre os serviços prestados, regulados e fiscalizados pela Agência.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: