Cidades Estradas

Rio-Santos requer atenção dos motoristas nas regiões Norte e Sul de São Sebastião

A Policia Rodoviária Estadual recomenda muita atenção aos motoristas que trafegam pela Rodovia Rio-Santos nos trechos das regiões Sul e Norte de São Sebastião devido as condições das pistas e do tempo.

A Rio-Santos teve vários pontos interditados totalmente e parcialmente na sexta-feira. Na manhã deste sábado a rodovia está liberada em todo o seu trecho, mas segundo a policia rodoviária continua chovendo e existe muita lama em vários trechos.

O trânsito é bastante moroso,  mas não registro de novas quedas de barreiras e nenhum acidente foi registrado até agora. Abaixo os trechos em que os motoristas devem trafegar com velocidade reduzida devido as condições da pista e do mau tempo:

Costa Sul

Km 146- Toque Toque Pequeno

Km 143- Calhetas

Km 150- Paúba

Km 159- Boiçucanga

Costa Norte

Km 116- Entre Enseada e São Francisco

Km- 118- Entre Enseada e São Francisco

Nos demais trechos da Rio-Santos, entre a Enseada e o centro de Caraguatatuba e entre Caraguatatuba e Ubatuba o tráfego de veículos é acima do normal.

Tamoios

A rodovia apresenta chuva e neblina em alguns pontos do seu trecho de serra e movimento acima do normal. A concessionária não divulgou nenhum aviso de risco de interdição devido às chuvas. . A equipe da concessionária permanece monitorando o trecho de serra.

A concessionária mantém a operação descida no trecho de serra e as obras no local foram suspensas durante o carnaval. Cerca de 165 mil veículos devem trafegar pela rodovia durante o carnaval.

Na rodovia Oswaldo Cruz, que liga Ubatuba até Taubaté, tráfego intenso, principalmente, no trecho de serra, onde chove e existe neblina.

São Sebastião

A cidade permanece em Estado de Atenção devido as chuvas. Segundo a Prefeitura de São Sebastião  a cidade registrou mais de 30 ocorrências em razão da forte chuva que atingiu o município nesta sexta-feira (21).

O município ingressou no nível de atenção e somou 216 milímetros de volume de chuvas, em 12 horas, e 228 mm no cálculo de 72 horas no acúmulo de água. O equivalente a 108% do esperado para todo o mês de fevereiro.

Segundo a Defesa Civil, o órgão constatou pontos de alagamento em todas as áreas consideradas perigosas em caso de temporais. A água escoou em diversas regiões após o trabalho de limpeza realizado pelas equipes da Secretaria de Serviços Públicos (SESEP). Porém ainda existem áreas alagadas no bairro Baleia Verde e, comunidade do Lobo Guará, no Cambury, na Costa Sul do município.

A Defesa Civil atendeu ainda chamados de deslizamentos de terra em Juquehy e Vila Sahy, também na Costa Sul, além da Olaria, Portal da Olaria, e Porto Grande, na região central da cidade, envolvendo pessoas desalojadas e desabrigadas nos locais. Pelo menos 15 pessoas permanecem desabrigadas, que foram encaminhadas para abrigos montados pela Prefeitura, e outras 12 desalojadas, enviados a casa de parentes e amigos.

O Governo Municipal, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social (SEDES), com apoio da Secretaria da Educação (SEDUC), mobilizou as unidades de ensino Reino da Alegria, na Topolândia, Solange de Paula, na Enseada, e Antônio Luís, em Boiçucanga, para receber as pessoas que estão desalojadas, ou em situação de vulnerabilidade.

Recomendação

Com o risco de ocorrer o aumento do acumulado nas próximas 72 horas, é necessário redobrar a atenção nas áreas de encosta e se atentar aos sinais de movimentação de massa, tais como, trincas em solo e residência, nos bairros de Costa Norte e Costa Sul do município.

A recomendação é que a população que não ultrapasse ruas alagadas, evite o contato com água contaminada e se notar alteração na topografia do local saia de casa e acione a Defesa Civil pelo número 199.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: