Chuvas Cidades

Rodovia Oswaldo Cruz é a única opção para chegar ou deixar o Litoral Norte

As fortes chuvas causam muitos transtornos em vários bairros de Caraguatatuba e São Sebastião. Nos bairros, muitas ruas e avenidas alagadas. Não há informações de famílias desabrigadas. A maré alta impediu o escoamento da água da chuva. Duas rodovias estão interditadas, a Tamoios e a Rio-Santos em São Sebastião.

Com as interdições da Tamoios e Rio-Santos, em São Sebastião, a única opção para deixar ou chegar ao Litoral Norte é através da rodovia Oswaldo Cruz, que liga Taubaté a Ubatuba.

A Concessionária Tamoios informa que, por questões de segurança do usuário, o trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios está temporariamente interditado em ambos os sentidos de tráfego. O acúmulo de chuva na região nas últimas 72h ultrapassou os 100 mm causando o risco de queda de barreiras no trecho.

Os bloqueios acontecem na altura do km 58 – no sentido litoral, e do km 81 -no sentido São José dos Campos. Enquanto o trecho estiver interditado, os usuários tem como rota alternativa a rodovia SP-125 – Oswaldo Cruz (Taubaté/Ubatuba). Até o momento, não há previsão de liberação do trecho de serra da Tamoios.

Em virtude do fechamento do trecho de serra a interdição para passagem de carga especial, programada para a madrugada desta terça-feira (4), foi CANCELADA.

Os usuários da Rodovia dos Tamoios podem obter informações atualizadas sobre as condições de tráfego por meio do Twitter @Tamoios099, Rádio Web Estrada do Sol, site www.concessionariatamoios.com.br e APP Tamoios.

Cidade

Em Caraguatatuba, os bombeiros recebendo avisos de alagamentos em ruas e avenidas em bairros do centro, norte e sul. Impedidas de trafegar devido aos alagamentos, muitas pessoas permanecem em seus carros, estacionados em locais seguros esperando a água baixar.

Os bairros do Ipiranga, Travessão, Perequê-Mirim , Casa Branca e Massaguaçu estão entre os mais afetados pelas chuvas. No centro e no Indaiá, praticamente todas as ruas estão alagadas.

Avenida principal da Martim de Sá, em Caraguá, totalmente alagada

 

Centro de Caraguá, alagado. Foto: Márcia Carvalho

 

Avenida da Praia, em Caraguá, alagada

 

Muita gente não teve como ir do trabalho para casa

Vídeos postados por internautas mostram a situação de ruas e avenidas em Caraguatatuba:

A Defesa Civil de Caraguatatuba informou que está monitorando desde a manhã desta segunda-feira (03/02) as áreas de risco e de alagamentos da cidade por conta das chuvas que vem atingindo a região nos últimos dias.

O acumulado das últimas 72 horas é de 209,55 milímetros de chuva na cidade. Dados atualizados apontam que há vários pontos de alagamentos na cidade, mas sem graves ocorrências. Por volta das 23 horas a chuva diminuiu a intensidade em Caraguatatuba.

A Defesa Civil foi acionada apenas para uma ocorrência de quedas de árvores na Rua Irmã São Francisco, no bairro Rio do Ouro, e sem vítimas.

A equipe do PPDC (Plano Preventivo da Defesa Civil) está de plantão para quaisquer ocorrências. As informações dão conta de que a chuva deve permanecer nas próximas horas e com maré alta até 2h de amanhã.
O Corpo de Bombeiros de Caraguatatuba foi acionado para atender um chamado no bairro Benfica de queda de barranco que atingiu o quintal de uma residência, mas sem avarias e sem vítimas.

Em São Sebastião, a região sul está isolada do centro, devido a duas interdições na rodovia Rio-Santos. No km 157 árvores caíram sobre a rede elétrica impedindo o tráfego. A policia militar e o DER aguardam op desligamento da energia para retirar as árvores e liberar o tráfego desde às 21h15.

No Km 158, ocorreu um deslizamento de encosta atingindo as duas pistas. O tráfego também está interrompido e as equipes fazem a desobstrução. Segundo a polícia rodoviária ainda não há previsão de quando o trecho da serra entre Maresias e Boiçucanga será liberado ao tráfego.

A Tamoios está com o trecho de serra interditado desde às 16h20, devido as fortes chuvas. Não há previsão para liberação do trecho, segundo a Concessionária Tamoios.