Cidades Ubatuba

Sato proíbe entrada de turistas em Ubatuba

O prefeito de Ubatuba, Délcio Sato, que também acatou recomendações do Ministério Público Estadual, decretou estado de emergência em seu município na tarde desta quinta-feira, 19. Ubatuba registra 27 casos suspeitos de Coronavírus.

Sato divulgou o decreto  n°7.310/2020, que é válido por 180 dias, determinando que todo comércio não essencial paralisem suas atividades; restaurantes abrirão apenas em horário reduzido, das 12 às 15 horas e priorizando o serviço delivery; e, suspendeu alvarás de meios de hotéis e pousadas, quiosques e bares. As medidas passam a valer a partir desta sexta-feira(20).

Sato também decidiu proibir a entrada de veículos de outras regiões no município. Segundo ele, será liberado o acesso de de veículos de abastecimento, ambulâncias e viaturas policiais e de motorista e ocupantes que comprovar com o título eleitor de Ubatuba, comprovante de residência ou propriedade que reside na cidade e aqueles que comprovarem trabalhar no município. Outras liberações serão avaliadas pela equipe que estão nas divisas : guarda municipal equipe vigilância fiscalizar Comtur e polícias estadual e federal.

Ubatuba iniciou na manhã desta quinta-feira, 19, a barreira sanitária nas divisas territoriais do município, conforme recomendação técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Barreiras nas estrada só permitem entrada de moradores, quem trabalha na cidade e veículos de abastecimento

A ação conjunta entre órgãos municipais, estaduais e da União visa o monitoramento, orientação, conscientização e higienização das pessoas presentes nos veículos em trânsito, com recomendação em casos suspeitos para retorno a seus municípios de origem.

Além disso, foi suspenso o comércio ambulante e o de ponto fixo em todas as praias do município. Em caso de descumprimento das medidas, o infrator estará sujeito às penalidades administrativas de multa e possível cassação de licença ou alvará pela Vigilância em Saúde.

Ambas as medidas buscam conter a aglomeração de pessoas no município mesmo em espaço aberto para evitar a disseminação do coronavírus (Covid-19), em conjunto com outras ações adotadas pelo decreto n. 7309/2020, publicado na edição do Diário do Litoral Norte desta quinta-feira, 19 de março (página 04).

Em reunião realizada com representantes de centros comerciais, da feira de artesanato (feira hippie) da avenida Iperoig e o Shopping Rosário, da Praia Grande, também nesta quinta-feira, 19, a Prefeitura destacou que o objetivo é fechar atrativos, além de frear a contaminação entre os próprios comerciantes, minimizando os atrativos para turistas neste momento no qual a recomendação é que todos fiquem em casa.

“O objetivo é diminuir a circulação de pessoas para não ser pior depois. O importante é saber que, mesmo que haja prejuízo financeiro, o prejuízo será muito maior quando o quadro da doença se ampliar”, destaca o diretor da Vigilância Sanitária, Antenor Benetti.

Igrejas

A Vigilância em Saúde de Ubatuba entregou ofícios na manhã desta quarta-feira, 18, a academias esportivas e igrejas católicas e evangélicas com a recomendação de suspensão temporária de suas atividades.

O órgão também elaborou guias com orientações para diferentes estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, como restaurantes, condomínios, setor de hospedagem, transporte coletivo e de atendimento ao público. Confira toda as orientações na seção “Documentos oficiais” da página oficial sobre o Covid-19 em Ubatuba: https://www.ubatuba.sp.gov.br/covid-19/

A Vigilância em Saúde alerta que essas recomendações são válidas para este momento e podem ser alteradas dependendo do contexto epidemiológico da doença.

Diferentes organizações de Ubatuba já manifestaram o apoio às medidas que vêm sendo adotadas e alterações na forma de atendimento ao público com o objetivo de reduzir os riscos de transmissão do coronavírus, como é o caso da subseção Ubatuba da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). https://www.facebook.com/PrefeituraMunicipalDeUbatuba/videos/1085870768442662/

Outro exemplo é o da Associação dos Quiosques das Praias de Ubatuba (AQPU) também aderiu às medidas preventivas, orientando seus associados a fecharem seus estabelecimentos temporariamente. Confira vídeo da AQPU: https://www.facebook.com/PrefeituraMunicipalDeUbatuba/videos/669291007151693/