Cidades Ilhabela

Tribunal aprova segundo quadrimestre financeiro da Prefeitura da Ilha

A prefeitura de Ilhabela comemorou o fato do TCE(Tribunal de Contas do Estado de São Paulo  aprovar o segundo quadrimestre financeiro da administração, incluindo, as atividades financeiras, orçamentárias, patrimoniais e administrativas da prefeitura.

A aprovação do TCE mostra que a prefeita Gracinha decidiu priorizar a boa gestão dos recursos milionários da Ilha, graças aos royalties. Ilhabela conta com orçamento de R$ 1 bilhão. A prefeita “puxou os freios” como se diz na gíria, cancelou compras e licitações, sem prejudicar os serviços essenciais.

Isso não ocorreu na administração de Márcio Tenório, que foi afastado do cargo em maio deste ano.  O TCE apontou em 2018  “má gestão” por parte do ex-prefeito.

Foram inúmeras irregularidades citadas pelo TCE no parecer de 2018, entre elas, aumento de 63% nas inexigibilidades de licitação (contratação sem processo licitatório que permita a concorrência); volumosas desapropriações e gastos absurdos( R$ 41 milhões) com shows, contratações de artistas, eventos esportivos, marketing turístico, carnaval e aluguel de tendas.

TCE

Prefeita Gracinha cancelou despesas desnecessárias e priorizou investimentos prioritários

Segundo informou a prefeitura, na avaliação do TCE sobre o segundo quadrimestre foram feitos apontamentos positivos e favoráveis quanto a execução orçamentária da receita, da despesa, realização da receita do Instituto de Previdência, despesas com pessoal, movimentação de restos a pagar, dívidas de curto e longo prazo, aplicação no ensino, Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) e Saúde.

O secretário de Gestão Financeira, Tiago Correa, explicou que essa é a primeira vez que todos os apontamentos foram positivos e favoráveis. “Isso significa que a prefeita Gracinha Ferreira (Maria das Graças Ferreira dos Santos) está tratando com responsabilidade a gestão dos recursos financeiros e atendendo as exigências do Tribunal de Contas”, destacou Tiago.

A prefeita também falou sobre a fiscalização quadrimestral do TCESP sobre as atividades financeiras. “Vamos procurar manter essa postura correta do gerenciamento dos recursos públicos”, disse Gracinha Ferreira, que pela manhã, em entrevista, reiterou seu compromisso de respeito na aplicação dos recursos públicos e com a população.

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: