Cidades São Sebastião

Velejador sebastianense faz “vaquinha virtual” para tentar classificação para as Olimpíadas

Por Simone Rocha

O velejador Pedro Luiz Marcondes Corrêa, 21 anos, de São Sebastião, lançou uma campanha de financiamento coletivo, conhecida como “vaquinha virtual”, que estará no ar até o final desse mês, para arrecadar dinheiro para participar do Campeonato Mundial da Classe 470, em Palma de Mallorca, na Espanha, que será o último campeonato classificatório de Iatismo para a Olimpíada de 2020 em Tóquio, no Japão.

Pedro e Felipe Brito, que faz dupla com ele, treinam forte para o Campeonato Mundial, que será de 13 a 21 de março de 2020. Para se classificar para esta Olimpíada, eles terão que ficar entre os 18 melhores neste campeonato e ser a melhor dupla brasileira.

Pedro pratica iatismo desde 2008. Já conquistou mais de 50 medalhas e troféus em campeonatos de diversas classes. Atualmente, está na classe 470 – embarcação olímpica com dois velejadores.

“O esporte para mim representa luta, resiliência e busca por objetivos. Minha vida só faz sentido porque tenho o iatismo, ele molda meu caráter. Esse sentimento que me faz buscar uma vaga para as Olimpíadas”, comentou.

Segundo ele, o iatismo é um esporte caro. Os materiais do barco são importados e todos os campeonatos de ranking ocorrem na Europa.

Estamos em busca de patrocínio e do apoio de todos os sebastianenses que acreditam em nós e no esporte local, através da campanha financiamento que lançamos, para conseguirmos ir para este Campeonato Mundial e lutar pela vaga na Olimpíada”, diz Pedro.

Até o final de janeiro estará no ar o Desafio Palma (nome dado a campanha). Os interessados em apoiar a dupla neste grande feito podem fazer doações de qualquer valor e, dependendo da quantia, os apoiadores poderão receber diversas recompensas como um passeio de veleiro ou lancha, mochilas, carteiras, etc. Os recursos financeiros serão usados em passagens, estadia, aluguel do barco, inscrição no campeonato, alimentação e transporte.

Pedro viveu toda a sua vida em São Sebastião, até completar seus 18 anos. Atualmente, ele reside no Rio Grande do Sul e trabalha como professor velejador. Ele recebe um auxílio de R$ 600,00 mensais da Prefeitura de São Sebastião através do Bolsa Atleta “Deixei minha família e meus amigos para ir em busca do meu sonho em Porto Alegre”. O velejador é aluno na PUC-RS onde cursa engenharia de produção. Seu grande sonho é subir ao topo do pódio com a bandeira do Brasil nas Olimpíadas de 2020. “É o que move a minha vida”, disse.

Os dois precisam de R$ 38 mil para disputarem a etapa da Espanha. Até a última quarta(15), já tinham arrecadado cerca de R$ 25 mil com a campanha. Para colaborar é só acessar o link abaixo :

https://www.alster.esp.br/projects/desafio-palma
E-mail: correaplm@gmail.com
Facebook: https://www.facebook.com/pedro.correa.470

error: Alerta: Conteúdo protegido!
%d blogueiros gostam disto: