Caraguatatuba Dengue

Caraguá: Saúde recomenda uso de repelente para proteção contra a dengue

Foto: Cláudio Gomes(PMC)

A morte da médica, Ana Maria Veronesi, de 51 anos, por dengue hemorrágica, na última sexta(8), fez com que a cidade de Caraguá ficasse em alerta máximo contra a doença. A prefeitura está atuando em vários bairros e cobra colaboração dos moradores. A cidade tem cinco casos suspeitos, dois deles positivos, sendo um deles, de dengue hemorrágica, que causou a morte da médica.

Os profissionais de saúde da Prefeitura orientam medidas de proteção aos moradores como manter suas casas e comércios livres dos criadouros do mosquito transmissor, bem como, o uso de repelente, principalmente, para aqueles que já contrariam dengue.

A prefeitura informou que a Secretaria de Saúde está com mais de 30 profissionais, junto à equipe da Secretaria de Serviços Públicos, percorrendo as ruas da cidade desde sábado (09) para reforçar as ações de combate ao mosquito.

Ainda, segundo a prefeitura, no fim de semana, o bairro Martim de Sá, onde a médica residia, recebeu a Operação Cata-Treco, para retirada de materiais que possam acumular água e; no raio de 150 metros da casa da vítima, houve aplicação de inseticida. Trabalharam nestas ações cerca de 20 agentes de controle de zoonoses e 10 agentes comunitários de Saúde.

Segundo a prefeitura, nesta segunda(11), a Operação Cata-treco chegou ao bairro Barranco Alto, onde também ocorre bloqueio mecânico pela equipe do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), mediante confirmação de caso na Rua Israel Iglesias. Trata-se de uma mulher, de 37 anos, grávida, que está no 2º trimestre da gestação. Ela encontra-se internada na Casa de Saúde Stella Maris.

Segundo o coordenador do CCZ, Ricardo Fernandes, assim que o bloqueio mecânico for finalizado, haverá aplicação de inseticida. A equipe do CCZ segue em alerta e, conforme aparecimento de novos casos suspeitos, a equipe será deslocada ao local para bloqueio mecânico e nebulização.

Repelente

“Mas apesar das ações por parte do governo municipal, ainda temos encontrado muitos criadouros de mosquitos nas casas visitadas. Precisamos urgentemente que as pessoas também colaborem e se protejam. Aquelas que já tiveram a dengue pelo sorotipo 1, em especial, precisam estar atentas mediante a possibilidade de um outro sorotipo no município. Passem repelente e todos precisam colaborar fazendo a limpeza de suas casas ao menos uma vez por semana”, alertou Fernandes.

O bairro Casa Branca também já passou por nebulização na semana passada e recebeu a Operação Cata-treco. De 11 a 15, a Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Saúde, segue com intensificação das ações de combate ao Aedes aegypti em diversas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: