Dengue Litoral Norte

Ubatuba já registra 47 casos de dengue. Prefeitura intensifica ações de combate aos criadouros

Fotos: Divulgação/PMI

A dengue continua avançando nas cidades da região. A população precisa colaborar mais. São são 136 casos na região. Ubatuba tem 47 casos confirmados e 197 suspeitos aguardando resultado dos exames. Caraguá tem 44 caso; São Sebastião, 25;  e, Ilhabela, 20 casos.

Ubatuba

A Prefeitura de Ubatuba realizará no próximo sábado, 16 de março, das 8h às 13 horas, no Perequê-Mirim, um mutirão de orientação e de eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika e febre amarela. Com 15 casos de dengue confirmados laboratorialmente, o bairro apresenta o maior índice da doença no município. Além disso, há 3 casos também confirmados na Enseada que têm o Perequê-Mirim como local provável de infecção. Segundo dados atualizados na quarta-feira, 14, a cidade já tem um total de 47 casos confirmados, 197 suspeitos aguardando resultado de exame e 15 descartados.

As ações no sábado incluem vistoria de estabelecimentos comerciais e residenciais, conversa com a população para distribuição de materiais e orientações de combate ao mosquito e retirada de criadouros. O objetivo é baixar o índice de infestação do mosquito para reduzir a possibilidade de transmissão de doenças.

Segundo o relatório mais recente de Avaliação de Densidade Larvária (ADL), feito pela equipe de controle de endemias da Vigilância em Saúde, o índice geral de infestação no município de Ubatuba é de 2,6. O ideal é que esse valor fique abaixo de 1,0.

A Prefeitura de Ubatuba pede a toda a população que colabore com o mutirão eliminando criadouros e abrindo suas casas e estabelecimentos para a vistoria dos agentes de saúde devidamente identificados.

Orientações para a população

– Mantenha a limpeza de calhas e lajes

– Garrafas e latinhas vazias devem ser embaladas para recolhimento

– Acondicionar pneus velhos em locais cobertos

– Verifique pratos de vasos de plantas, bebedouros de animais, baldes, regadores, bandejas de geladeira, bebedouros de animais, latas, frascos plásticos, entre outros objetos que podem acumular água

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.