Dersa Ilhabela

Ilhabela: DERSA lamenta incidente com ambulância UTI, mas descarta omissão de socorro

A DERSA – Desenvolvimento Rodoviário S/A emitiu nota nesta quinta(06), na qual lamentou o fato ocorrido no domingo(02), quando uma ambulância UTI precisou atravessar com urgência de Ilhabela para São Sebastião, mas  a balsa que estava operando, não pode aguardar para embarcar a ambulância, que acabou embarcando na balsa seguinte.

A DERSA ressaltou que em nenhum momento houve omissão de socorro por parte dos profissionais que atuam na Travessia.

De acordo com o relatório interno, uma embarcação ficou à espera da ambulância após receber por telefone a solicitação dos profissionais de saúde, porém o veículo atrasou.

Por questões operacionais, a balsa precisou seguir viagem, pois outra já estava em procedimento de atracação e fez o transporte do veículo normalmente, ou seja, durante todo o tempo havia embarcações à disposição no flutuante.

A DERSA preza pela vida humana e sempre priorizou o embarque de veículos de emergência, como ambulância, polícia e bombeiros, em todos os serviços de travessias que administra. Sendo assim, por iniciativa da Empresa, foi realizada em 4/12, uma reunião com os gestores do Hospital Mário Covas, de Ilhabela, e autoridades da área da saúde, para ajustar a comunicação entre a unidade hospitalar e a coordenação da Travessia São Sebastião/Ilhabela, adotando novos procedimentos a fim de evitar problemas como o que ocorreu no último domingo.

Caso

Na manhã do dia 2 de dezembro um paciente em estado gravíssimo estava sendo transportado pela ambulância UTI de Ilhabela para o Hospital Regional de São José dos Campos, quando teria sido negado à ambulância seguir viagem na balsa FB-28 que ainda estava levantando a rampa de acesso e se preparando para sair.

Mesmo sendo informados com antecedência sobre a situação do paciente que inspirava cuidados,  há relatos de que os funcionários da Dersa não teriam permitido a entrada da ambulância alegando que a balsa estava saindo e que uma outra atracaria em seguida.

A prefeitura em razão do ocorrido, reuniu-se com a DERSA, na segunda(03), onde ficou acertado um esquema para agilizar a travessia de ambulâncias UTIs em casos de emergência.

Deixe um Comentário

O Tamoios News isenta-se completamente de qualquer responsabilidade sobre os comentários publicados. Os comentários são de inteira responsabilidade do usuário (leitor) que o publica.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.